Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2021
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 24º

Edição

Situação que motivou cortes de energia "em vias de normalização total"

A REN - Redes Energéticas Nacionais assegurou hoje que a situação que levou a cortes de energia na Península Ibérica está "em vias de normalização total" e que as medidas tomadas evitaram um eventual "apagão total" do sistema elétrico português.

Situação que motivou cortes de energia "em vias de normalização total"
Notícias ao Minuto

23:30 - 24/07/21 por Lusa

Economia REN

Em comunicado, a REN refere que "o sistema elétrico ibérico já se encontra interligado ao sistema europeu, estando a situação em vias de normalização total".

Segundo o comunicado, um incidente na "rede de transporte" de energia francesa levou, ao início da tarde de hoje, a "um problema na interligação do sistema elétrico entre França e Espanha".

De acordo com a Rede de Transmissão de Energia Elétrica (RTE) de França, incêndios que queimaram hoje 500 hectares de vegetação no sudoeste do país estiveram na origem dos cortes de energia em Portugal e Espanha.

Devido aos incêndios, no Aude, a linha de muito alta tensão (entre Perpignan e o oeste de Narbonne) "sofreu um problema técnico e foi desligada" a meio da tarde, indicou a RTE, num comunicado, referindo-se aos fogos na montanha de Alaric, no sudoeste francês.

A empresa que gere as redes de alta tensão em França esclareceu que os fluxos de eletricidade foram transferidos para as linhas nos Pirenéus ocidentais, criando uma sobrecarga que causou cortes de energia em França, que acabaram por afetar as redes espanhola e portuguesa, desligando a Península Ibérica da rede elétrica europeia.

Segundo a RTE, "foram cortados 2.350 MW de eletricidade em Espanha e cerca de 1.000 MW em Portugal", tendo "a maior parte" dos lares espanhóis e portugueses sido "gradualmente reabastecidos" a partir do final da tarde.

No comunicado, a REN adianta que, devido ao incidente na rede francesa, foram "ativados automaticamente os planos de defesa dos sistemas elétricos espanhol e português", que, no caso nacional, provocou "a redução do consumo em bombagem hidroelétrica", abrangendo "diversos consumidores" da rede de distribuição "pré-selecionados".

A empresa Redes Energéticas Nacionais, responsável pela gestão do sistema elétrico português, esclarece que o que foi feito "evitou consequências mais graves, que no limite poderiam ter conduzido ao apagão total do sistema elétrico".

A avaria na rede elétrica europeia provocou hoje "apagões" parciais em vários países e, em Portugal, houve falhas de mais de 30 minutos na eletricidade de norte a sul do país e no serviço de emergência 112.

O problema no fornecimento de energia afetou vários concelhos portugueses, onde se registou o "apagão", cerca das 16:00.

Os cortes afetaram igualmente o serviço 112, que ficou sem funcionar hoje à tarde em alguns distritos do país, estando já a operar plenamente, de acordo com a PSP.

Leia Também: Avaria na Europa causou "apagão" parcial em Portugal e falhas no 112

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório