Meteorologia

  • 18 JUNHO 2021
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

Executivo 'engorda' prazos para rescisões no Estado

A troika acusa Portugal de ter um nível de emprego excessivo na Função Pública e já fixou uma meta de dez mil rescisões para aliviar o peso no Estado. Para conseguir cumprir o acordado com os credores internacionais, o Governo vai alargar por mais três meses os programas de rescisão referentes aos professores e aos técnicos superiores, escreve hoje o Diário Económico.

Executivo 'engorda' prazos para rescisões no Estado

O Executivo liderado por Pedro Passos Coelho está a analisar um alargamento de três meses dos programas de rescisões relativos aos professores e aos técnicos superiores que terminam a 28 de fevereiro e a 30 de abril, respetivamente, avança o Diário Económico.

Fonte governamental disse ao Diário Económico que “está a ser equacionada a prorrogação dos programas em curso para se conseguir uma maior adesão. O objetivo é alargar o universo abrangido e dar um prazo adicional de reflexão”.

Este prazo, explicou a mesma fonte, será “eventualmente de mais três meses” já que “há sinais de interesse em prorrogar, em vez de criar novos programas”.

O Executivo já conseguiu rescindir com cerca de 4.500 funcionários públicos: 3.109 técnicos e operacionais, 1.400 professores e mais de 100 técnicos superiores.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório