Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2021
Tempo
22º
MIN 16º MÁX 28º

Edição

Aldeias do Xisto: Exploração do destino Dark Sky será potenciada

Um protocolo para potenciar a exploração turística do destino 'Dark Sky' é hoje assinado pela Câmara de Pampilhosa da Serra, Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto e Associação Dark Sky.

Aldeias do Xisto: Exploração do destino Dark Sky será potenciada
Notícias ao Minuto

16:37 - 08/07/21 por Lusa

Economia Aldeias do Xisto

"O protocolo visa, sobretudo, potenciar a exploração turística deste destino 'Dark Sky' [céu escuro] nas Aldeias do Xisto", afirmou à agência Lusa o vice-presidente do Município de Pampilhosa da Serra, Jorge Alves Custódio, reconhecendo que o que se pretende é ter mais turismo.

O autarca explicou que "há cerca de 10 anos, a Universidade de Aveiro encontrou no concelho da Pampilhosa da Serra condições únicas de observação do céu".

"Na altura, vieram fazer a instalação de equipamento de observação do céu e da Via Láctea. Começámos então a perceber que, em termos de turismo, havia muitas pessoas a procurar o céu estrelado aqui", continuou Jorge Alves Custódio.

Segundo o vice-presidente do Município de Pampilhosa da Serra (distrito de Coimbra), "esta região tem 264 dias de céu limpo por ano, acima da média nacional, para se poder observar o céu e as estrelas".

Jorge Alves Custódio adiantou que a Câmara "deu o pontapé de arranque e chamou parceiros" para o projeto 'Dark Sky', como a Comunidade Intermunicipal e a Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto (ADXTUR) na parte turística, e a Universidade de Aveiro na parte técnica.

"O que fizemos foi dotar esta região de condições para ter amantes desta atividade, astrofotógrafos, cientistas e investigadores, e estes saberem que conseguem encontrar neste céu condições de observação que não encontram noutra zona", referiu.

O autarca esclareceu que está em fase de conclusão o processo de formação de operadores locais ligados a alojamentos rurais e empresas de animação turística e de restauração, para "haver uma oferta de produtos adequados a este tipo de clientes".

Jorge Alves Custódio exemplificou a possibilidade de as empresas de animação turística terem percursos pedestres à noite, passando por sítios de observação, ou a travessia da barragem de Santa Luzia, também à noite.

"É importante que também a restauração e o alojamento se adaptem a uma atividade" que é feita à noite e de madrugada, defendeu.

O vice-presidente do Município de Pampilhosa da Serra acrescentou que, "com o protocolo, vai ser promovida a marca 'Dark Sky' e divulgar de forma concertada este produto, que complementa outros, como as praias fluviais, os centros de BTT ou os percursos pedestres.

"Este é um produto diferente que tem toda a capacidade de crescimento", destacou, reconhecendo que "apesar de a Pampilhosa da Serra ter liderado este processo, este não é o produto de um concelho, mas de uma região inteira".

O protocolo é assinado às 22:00, no adro da Igreja Matriz Aldeia de Fajão, no concelho de Pampilhosa da Serra.

"Este evento, realizado no âmbito do destino 'Dark Sky Aldeias do Xisto', marca a formalização da assinatura do protocolo entre todas as entidades intervenientes unidas num polígono certificado de céu escuro, que se estende a todo o território das Aldeias do Xisto", informa a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra.

Segundo a Comunidade Intermunicipal, neste território "existem as melhores condições para a observação do céu noturno, com parâmetros de visibilidade, transparência, escuridão e noites limpas, excelentes para o usufruto do céu noturno e dos fenómenos astronómicos".

Integram esta comunidade os municípios de Arganil, Cantanhede, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Figueira da Foz, Góis, Lousã, Mealhada, Mira, Miranda do Corvo, Montemor-o-Velho, Mortágua, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Penacova, Penela, Soure, Tábua e Vila Nova de Poiares.

A ADXTUR lidera a Rede das Aldeias do Xisto, constituída por 27 aldeias distribuídas pelo interior da Região Centro, em parceria com 21 municípios e mais de 100 operadores privados que atuam no território, segundo o 'site' desta rede.

Em agosto de 2019, foi anunciado que a Fundação Starlight atribuiu ao 'Dark Sky Aldeias do Xisto' a certificação internacional "Destino Turístico Starligth", pelas excelentes condições de visibilidade, transparência e escuridão do céu, e ainda a prontidão e a qualidade dos serviços turísticos, lê-se também no 'site'.

Leia Também: Sergio Ramos já conhece os cantos à nova casa: Dos adeptos ao treinador

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório