Meteorologia

  • 26 JULHO 2021
Tempo
28º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

Wall Street começa semana em alta depois de digerida reunião da Fed

O índice seletivo de Wall Street, o Dow Jones Industrial Average, fechou hoje em acentuada alta, de 1,76%, depois de na sexta-feira ter fechado a pior semana desde outubro, na qual desvalorizou 3,45%.

Wall Street começa semana em alta depois de digerida reunião da Fed
Notícias ao Minuto

23:22 - 21/06/21 por Lusa

Economia Wall Street

Passado o impacto inicial da reunião da Reserva Federal (Fed) na terça e quarta-feira passada, marcada pela revisão em alta das previsões de inflação, que se prolongou ao longo da semana, hoje, pelo contrário, os investidores demonstraram otimismo.

A subida do Dow Jones, que o colocou em 33.876,97 pontos, foi repetida pelo alargado S&P500, que avançou 1,40%, para as 4.224,79 unidades, e pelo tecnológico Nasdaq, que progrediu 0,79%, para as 14.141,48.

Para Maris Ogg, da Tower Bridge Advisors, "o mercado está a reequilibrar-se, depois da correção demasiado importante da semana passada".

Apesar da revisão em alta que a Fed fez das suas projeções de inflação para este ano e da possibilidade de uma subida das taxas de juro de referência a partir de 2022, esta operadora de mercado não se mostrou particularmente inquieta.

"A inflação é quando há demasiado dinheiro para poucos bens", explicou Ogg. "De um ponto de vista das matérias-primas, não se pode falar verdadeiramente de penúria".

O subíndice do S&P500 relativo aos valores da energia fechou com ganhos superiores a quatro por cento. E o dos valores industriais subiu 2,18%.

Esta semana, na praça nova-iorquina, vai ser marcada, na quinta-feira, pela publicação dos resultados dos testes de resistência bancária feitos pela Fed, e sobre os rendimentos e as despesas das famílias dos EUA em maio, na sexta-feira. Antes, na terça-feira, os investidores vão também acompanhar com atenção a audição parlamentar do presidente da Fed, Jerome Powell, sobre a resposta do banco central à pandemia.

Entre os títulos do dia, destacou-se o editor de programas informáticos MicroStrategy, com um recuo de 9,71%, depois de revelado que possuía mais de cem mil bitcoins, a sofrer com a queda desta moeda digital devido ao endurecimento do governo chinês face às também designadas cripto moedas.

A plataforma de transação destes ativos digitais, a Coinbase, também conheceu uma sessão difícil e terminou em baixa de 2,92%.

No dia em que se soube que vários dirigentes da 'start-up' Lordstown Motors tinham vendido ações da empresa pouco antes da divulgação dos resultados trimestrais, esta acabou a perder 5,45%. Nos últimos meses, a 'start-up', que desenvolve uma 'pickup' elétrica tem tido vários problemas, que levantam questões sobre a sua sobrevivência.

Já a transportadora aérea American Airlines, apesar de ter anunciado a anulação de centenas de voos até meados de julho, devido a problemas de efetivos e ao mau tempo, conseguiu acabar em alta de 0,72%.

No mercado da dívida, o rendimento da obrigação da dívida pública dos EUA a 10 anos evoluía a 1,50%, depois dos 1,45% de sexta-feira à noite.

Leia Também: Wall Street abre a negociar em alta

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório