Meteorologia

  • 05 AGOSTO 2021
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Atividade turística cresce em abril, mas "longe dos resultados" de 2019

O setor do alojamento turístico registou 460,0 mil hóspedes e 946,8 mil dormidas em abril de 2021, correspondendo a variações de 762,6% e 510,8%, respetivamente, relativamente ao mesmo mês de 2020, quando praticamente a atividade turística cessou, de acordo com o INE.

Atividade turística cresce em abril, mas "longe dos resultados" de 2019
Notícias ao Minuto

11:00 - 14/06/21 por Notícias ao Minuto 

Economia Atividade turística

A atividade turística cresceu em abril, mês em que Portugal já tinha iniciado o plano de desconfinamento, mas os números ainda estão "longe dos resultados" do período pré-pandemia, em 2019, de acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), divulgados esta segunda-feira. 

O setor do alojamento turístico registou 460,0 mil hóspedes e 946,8 mil dormidas em abril de 2021, correspondendo a variações de 762,6% e 510,8%, respetivamente, relativamente ao mesmo mês de 2020, "quando praticamente a atividade turística cessou (-59,6% e -67,1% em março, pela mesma ordem)", lembra a agência de estatísticas. 

Em comparação com abril de 2019, os hóspedes registaram um decréscimo de 80,3% e as dormidas diminuíram 84,2%.

As dormidas de residentes aumentaram 517,0% (-20,8% em março) e as de não residentes cresceram 496,5% (-86,7% no mês anterior). Comparando com abril de 2019, observaram-se decréscimos de 60,3% e 93,5%, respetivamente. A taxa líquida de ocupação-cama (12,9%) aumentou 6,1 p.p. (-7,1 p.p. em março).

Os proveitos registados nos estabelecimentos de alojamento turístico atingiram 47,7 milhões de euros no total e 35,9 milhões de euros relativamente a aposento, correspondendo a variações de 838,0% e 696,4%, respetivamente (-73,5% e -71,5% em março, pela mesma ordem). Comparando com abril de 2019, os proveitos totais diminuíram 85,8% e os relativos a aposento decresceram 85,6%.

Nos primeiros quatro meses do ano, verificou-se uma diminuição de 70,1% das dormidas totais, resultante de variações de -39,0% nos residentes e de -85,6% nos não residentes. Neste período, os proveitos registaram diminuições de 73,6% no total e 72,3% relativos a aposento.

[Notícia atualizada às 11h05]

Leia Também: Norte-americanos envolvidos na fuga de Carlos Ghosn declaram-se culpados

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório