Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2021
Tempo
21º
MIN 17º MÁX 26º

Edição

PSi20 mantém-se no vermelho com EDP a pressionar negociações

A bolsa de Lisboa seguia hoje em terreno negativo, mantendo a tendência da abertura, com as ações da EDP a pressionarem as negociações, entre uma Europa mista.

PSi20 mantém-se no vermelho com EDP a pressionar negociações
Notícias ao Minuto

09:57 - 07/06/21 por Lusa

Economia PSI20

Na sexta-feira, a bolsa de Lisboa encerrou em alta, com o índice PSI20 a avançar 0,31% para 5.137,29 pontos, acompanhando as subidas das principais praças europeias.

Hoje, pelas 09:00, o PSI20 seguia em queda de 0,34%, com oito ações em baixa, sete em alta e três inalteradas.

A Corticeira Amorim e o BCP eram as ações que mais subiam, com ganhos de 0,58% e 0,50% para 10,40 euros e 0,16 euros.

A Semapa seguia em alta de 0,17% para 11,68 euros, depois de, na sexta-feira, após o fecho do mercado, a 'holding' Sodim ter anunciado que comprou mais 362.650 ações da empresa.

Do lado das perdas, a EDP Renováveis e a EDP eram as cotadas que mais desvalorizavam, com as ações a perderem 1,34% e 0,74% para 18,35 euros e 4,45 euros, respetivamente.

A Galp e a Jerónimo Martins eram as ações que mais recuavam, com descidas de 0,37% e 0,13% para 9,80 euros e 15,94 euros, respetivamente.

As principais bolsas europeias abriram hoje mistas, focadas na próxima quinta-feira, quando se realiza a reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) e será publicada a taxa de inflação nos Estados Unidos.

Hoje os mercados estão a digerir as declarações da secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, que afirmou que subir as taxas de juro podia ser uma vantagem para o país.

Este comentário de Yellen provocou uma subida dos juros da dívida soberana dos EUA, que hoje estavam em cerca de 1,574%.

A nível cambial, o euro abriu em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,2146 dólares, contra 1,2167 dólares na sexta-feira e o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro.

O barril de petróleo Brent para entrega em agosto abriu em baixa no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 71,21 dólares, contra 71,89 dólares na sexta-feira, um máximo desde pelo menos o início de 2020.

Leia Também: Agricultor. Luís Feijão após confissão de Andreia: "Convidava-te à mesma"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório