Meteorologia

  • 01 AGOSTO 2021
Tempo
25º
MIN 16º MÁX 26º

Edição

Cotação do barril de Brent sobe 1,46% e supera "barreira" dos 71 dólares

O preço do barril de petróleo Brent para entrega em agosto terminou hoje no mercado de futuros de Londres em alta de 1,46%, e superou a "barreira" dos 71 dólares, aliviando no final da sessão para 70,32 dólares.

Cotação do barril de Brent sobe 1,46% e supera "barreira" dos 71 dólares
Notícias ao Minuto

22:20 - 01/06/21 por Lusa

Economia Brent

O crude do Mar do Norte, de referência na Europa, concluiu a sessão no International Exchange Futures a cotar 1,01 dólares acima dos 69,31 dólares a que terminou a sessão na segunda-feira.

Durante a sessão em Londres, o crude europeu chegou a atingir os 71 dólares por barril, estimulado pelos resultados da reunião da Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP).

Os membros da OPEP e seus aliados da OPEP+ decidiram manter o ritmo no aumento da produção até ao final de julho, sem dar indicações concretas sobre os meses seguintes.

"Prevemos que a procura supere os 99 milhões de barris diários do quarto trimestre, o que nos colocaria nos níveis anteriores à pandemia", afirmou o secretário-geral da OPEP, Mohamed Barkindo.

O consumo de petróleo vai aumentar este ano "quase 6,8%" nos países fora da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e 6,4% na própria OCDE, precisou.

A OPEP prevê que a procura mundial de crude recupere em pleno no quarto trimestre de 2021, após a queda verificada há um ano devido à pandemia de covid-19.

Leia Também: PSI20 sobe 0,71% em linha com bolsas europeias

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório