Meteorologia

  • 20 JUNHO 2021
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

Sem turistas para guiar pelo Douro empresas expandem negócios

Operadores que guiam os turistas pelo Douro anseiam pelo regresso dos estrangeiros e, praticamente sem trabalhar desde 2020 devido à pandemia, estão a expandir os negócios para unidades de alojamento ou clubes de vinho 'online'.

Sem turistas para guiar pelo Douro empresas expandem negócios
Notícias ao Minuto

15:21 - 14/05/21 por Lusa

Economia Douro

O destino Douro teve uma procura acentuada durante o verão de 2020 pelos portugueses, no entanto, algumas empresas que trabalham principalmente com o mercado internacional não conseguiram recuperar os clientes por causa da covid-19.

Ana Carvalho e Marco Pinto transformam as adversidades em oportunidades. Em 2013, aquando da crise financeira e intervenção externa da 'troika' em Portugal (2011-2014), decidiram criar a Douro Exclusive e começaram a ir de Vila Real ao Porto buscar os turistas para os guiar à descoberta do Douro.

Em 2021, ano marcado pela crise pandémica, preparam-se para abrir a Casa do Arco, no concelho de Sabrosa, uma unidade de alojamento local com três quartos, sala de provas com vinhos das três sub-regiões do Douro: Baixo Corgo, Cima Corgo e Douro Superior, e sala de refeições para experiências gastronómicas.

"Nós, agora, temos de ir outra vez à procura do turista e, desta feita, vamos fazer uma grande aposta no turismo nacional, no turista que quer conhecer ou redescobrir o Douro", afirmou Ana Carvalho.

A crise pandémica tirou o casal da "zona de conforto" e levou-o a "criar algo mais". "A dar mais um salto para uma oferta diferenciada", salientou Ana Carvalho.

A Casa do Arco, que se prevê que abra portas em junho, vai complementar a atividade da Douro Exclusive e as experiências enológicas pelo território classificado pela UNESCO.

A vacinação contra a covid-19 e o Certificado Verde Digital, que pretende facilitar a circulação no interior da União Europeia, são boas notícias para instigar a confiança do setor.

O mercado começa também a dar sinais de que "está a mexer".

Segundo Ana Carvalho, os turistas norte-americanos, essencialmente, "estão a efetivar reservas" para os 'tours' e para o mês de setembro.

Marco Pinto referiu, precisamente, que os principais clientes da Douro Exclusive são provenientes dos Estados Unidos da América (EUA) e também do Canadá.

"Porque é um mercado que procura o tipo de produto que nós temos, porque culturalmente o mercado português não tem por hábito procurar empresas que os guiem na sua própria terra", acrescentou Ana Carvalho.

A Douro Vintage Tours, de Vila Real, proporciona várias experiências pelo território duriense, incluindo em carros clássicos ou de luxo. A maior parte destes passeios começava no Porto e, segundo disse Bruno Simões, "cerca de 90% do mercado da empresa era norte-americano".

"Em 2020 tivemos alguma interação com o público nacional, porque foi uma forma de quem é local e quem é português conhecer o que temos e houve muitas descobertas. É claro que não no volume que estaríamos à espera", afirmou.

Perante as dificuldades impostas pela pandemia de covid-19, o empresário e militar da GNR, que estava a usufruir de uma licença sem vencimento, resolveu retomar o serviço na Guarda Nacional Republicana em maio de 2020.

"É uma licença renovada anualmente, que poderá prolongar-se até seis anos e, entretanto, no mês de maio de 2020 acabei por não fazer essa renovação. Ainda bem que tinha essa segurança, que foi muito importante para ter aguentado até esta altura", salientou.

Aos adiamentos nas reservas feitos em 2020, somam-se outros já em 2021.

Mas, tenuemente, apontou, começa a haver "procura por parte de algum mercado europeu" e, também no seu caso, os norte-americanos começam a concretizar reservas "para finais de agosto e setembro".

Enquanto aguarda pela retoma do turismo, Bruno Simões está a trabalhar em outros projetos, como a criação de um "wine club" 'online', um "clube de vinhos especificamente para o mercado americano".

"Estou em fase de finalização do website, estará disponível para os clientes dos EUA em breve", apontou.

O objetivo é dar a conhecer os vinhos portugueses e o conceito passa pela criação de 'magic boxes', onde serão colocados quatro vinhos que vão ao encontro do perfil do consumidor e outros dois diferentes que visam "despertar outros interesses".

Para além disso, está também envolvido num novo projeto de enoturismo que está a ser desenvolvido para o Douro.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.333.603 mortos no mundo, resultantes de mais de 160,3 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.999 pessoas dos 841.379 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: 'La Casa de Papel'. Gravações da última temporada chegaram ao fim

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório