Meteorologia

  • 25 JUNHO 2021
Tempo
28º
MIN 20º MÁX 34º

Edição

BNU em Macau com lucro de 11,3 milhões no primeiro trimestre

O Banco Nacional Ultramarino (BNU) em Macau registou lucros de 109,4 milhões de patacas (11,3 milhões de euros) no primeiro trimestre, menos 20,8% em termos anuais, assinalou hoje a instituição.

BNU em Macau com lucro de 11,3 milhões no primeiro trimestre
Notícias ao Minuto

06:02 - 14/05/21 por Lusa

Economia Banco

"Por comparação com março de 2020, os resultados foram inevitavelmente afetados pela redução das taxas de juro por comparação com os níveis que vigoraram durante grande parte do primeiro trimestre de 2020", pode ler-se na mesma nota.

O BNU salientou que, "não obstante o dinamismo evidenciado pelo crescimento do crédito a clientes (+7,8% por comparação com março de 2020)" a "descida generalizada das taxas de juro afetou negativamente a margem financeira", que diminuiu 19,4%.

A instituição bancária sublinhou ainda que continua "a apresentar uma grande solidez com um rácio de solvabilidade de 20,5%".

Em 2020, o BNU anunciou lucros de 420,3 milhões de patacas (43,5 milhões de euros), uma perda de 41,7% quando comprado com os resultados de 2019, antes da pandemia do novo coronavírus, que afetou a economia global e a capital mundial do jogo.

O BNU, do Grupo Caixa Geral de Depósitos (CGD) é, juntamente com o Banco da China, banco emissor de moeda em Macau.

Além de Macau, o BNU está também presente na China continental, em Xangai e em Hengquin (ilha da Montanha), Zhuhai.

Leia Também: Novo Banco. Carlos Costa ouvido no parlamento na próxima segunda-feira

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório