Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 7º MÁX 15º

Edição

BPI perde 25 trabalhadores e 18 agências durante o primeiro trimestre

O BPI perdeu 25 trabalhadores e 18 agências desde o início do ano até ao final do primeiro trimestre, contando atualmente com cerca de 4.600 funcionários e 400 balcões, de acordo com informação comunicada hoje ao mercado.

BPI perde 25 trabalhadores e 18 agências durante o primeiro trimestre
Notícias ao Minuto

12:17 - 10/05/21 por Lusa

Economia BPI

No comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) a propósito dos resultados trimestrais (lucros de 60 milhões de euros), o BPI revela que o número de trabalhadores desceu para os 4.597, menos 25 que os 4.622 com que fechou o ano de 2020.

Face ao primeiro trimestre de 2020, o número de trabalhadores baixou em 234, já que o banco liderado por João Pedro Oliveira e Costa tinha 4.831 funcionários no final de março do ano passado.

Questionado em conferência de imprensa sobre a existência de um plano para a saída de funcionários, o presidente executivo do BPI, João Pedro Oliveira e Costa, não quis dar informações concretas sobre o tema.

Segundo o gestor, o que o BPI faz é ajustar-se à alteração do modelo de negócio bancário, desde logo à maior digitalização do negócio.

"Não há plano de sangria desatada para o tema das pessoas, estamos atentos", afirmou apenas.

A redução de 25 trabalhadores no primeiro trimestre, explicou, é líquida já que resulta da saída de 56 pessoas e da contratação de 31.

Em termos de agências, face ao final de 2020, o BPI perdeu 18, dos quais 17 balcões e um centro 'premier', contabilizando no final do primeiro trimestre 404 postos na rede de distribuição.

Relativamente à comparação com o mesmo trimestre do ano passado, o BPI perdeu 50 agências, já que contava com 454 postos de atendimento no final de março de 2020.

Sobre esse tema, Oliveira e Costa disse que o banco tem optado por fundir agências criando agências maiores e em áreas mais estratégicas e referiu que as gerações mais novas praticamente não recorrem a agências bancárias físicas, preferindo os meios à distância.

No primeiro trimestre de 2021, os custos de estrutura do BPI diminuíram 3% face ao mesmo período do ano passado, devido a uma queda de 4,6% dos custos com pessoal, um aumento de 1,9% em gastos gerais administrativos e redução de 8,2% de depreciações e amortizações.

O BPI anunciou hoje lucros de 60 milhões de euros relativos ao primeiro trimestre, um aumento de dez vezes face aos seis milhões reportados no mesmo período do ano passado, comunicou hoje o banco ao mercado.

De acordo com o comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o BPI registou um lucro consolidado de 60 milhões de euros nos primeiros três meses do ano, 54 milhões dos quais relativos à atividade em Portugal.

[Notícia atualizada às 13h04]

Leia Também: Covid-19: Pandemia já matou 3.294.812 pessoas no mundo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório