Meteorologia

  • 12 JUNHO 2021
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 31º

Edição

É preciso garantir uma "abordagem unificada" para abertura de viagens

A presidente executiva da agência de viagens 'online' chinesa Trip.com, Jane Sun, defendeu, em entrevista à Lusa, que é preciso garantir uma "abordagem unificada" para a abertura e facilitação de viagens internacionais.

É preciso garantir uma "abordagem unificada" para abertura de viagens
Notícias ao Minuto

10:22 - 02/05/21 por Lusa

Economia Trip.com

"Enfrentámos imensos desafios no último" ano devido à pandemia de covid-19 e agora, "com a implementação global das vacinas e iniciativas" para garantir viagens seguras, "nos próximos seis meses continuaremos a construir sobre uma base sólida" para "expandir o nosso esforço para a recuperação global" do setor, afirmou Jane Sun, em resposta por escrito à Lusa.

"À medida que nos aproximamos do renascimento das viagens globais, precisamos de nos certificar que há uma abordagem unificada para a abertura e facilitação de viagens internacionais", defendeu a gestora.

Considerando "compreensível" que diferentes "partes do mundo" abram os seus países às viagens "em momentos diferentes", Jane Sun salientou que é preciso garantir que se promove "uma abertura inclusiva".

Ao trabalhar como uma indústria, "em colaboração com organismos internacionais, governos regionais e nacionais, deveremos procurar uma solução aplicável em termos globais para aliviar as restrições e facilitar as viagens internacionais", sublinhou a presidente executiva do grupo chinês.

Sobre o papel da Trip.com na recuperação da indústria do turismo, Jane Sun referiu: "No último ano garantimos que os clientes estivessem sempre em primeiro lugar, com os parceiros em segundo, e nós em terceiro".

Este "é o mantra" que guiou o grupo Trip.com no ano passado, reforçou.

"Com base na recuperação do mercado doméstico, estamos a trabalhar com parceiros de todo o mundo" para concretizar a retoma do turismo, acrescentou.

"Queremos garantir que, quando viajar for possível, isso seja seguro e atenda às necessidades dos clientes", apontou, dando exemplos de opções flexíveis de reserva e políticas de cancelamento gratuito e melhorando as suas plataformas de informação sobre abertura de fronteiras e requisitos de entrada.

"Também estamos a trabalhar em estreita colaboração com organizações internacionais para desenvolver iniciativas", disse, exemplificando com a colaboração da Trip.com com World Travel & Tourism Council (WTTC) para implementar protocolos de viagens seguras.

"Outro foco importante é apoiar os nossos parceiros da indústria", salientou, apontando que a iniciativa Travel On uniu a indústria para revitalizar as viagens "com uma série de novos padrões de segurança", bem como garantias de flexibilidade e promoções.

"De facto, Rita Marques, secretária de Estado do Turismo de Portugal, fez uma aparição em vídeo no evento de lançamento, reforçando a nossa colaboração e determinação em continuar a promover o turismo em Portugal", destacou.

Enquanto "empresa líder global de viagens 'online', continuaremos a fortalecer os nossos esforços de apoio e incentivo" à retoma do setor, "apoiando os nossos parceiros da indústria", asseverou Jane Sun.

Sobre o desempenho da indústria do turismo na Ásia, a responsável salientou que a "China assistiu a uma recuperação" quase completa do turismo doméstico.

E deu o exemplo do feriado de cinco dias do 1.º de Maio, em que são esperados "mais de 200 milhões de turistas em movimento na China", com aumento nos números de reservas em hotéis, voos e atrações comparativamente com níveis pré-pandemia de 2019.

"A recuperação meteórica vista na China dá-nos muita esperança" para a retoma "das viagens globais", sublinhou, referindo que as preferências dos turistas estão a mudar.

"Observámos um aumento nas férias em hotéis, com mais viajantes a optar por hotéis de luxo, maior número de pequenos grupos e passeios independentes, bem como uma grande subida na procura de reservas de aluguer e automóveis", explicou.

"Com a indústria do turismo da Europa altamente desenvolvida e uma enorme variedade de destinos, todos conectados por estrada, comboio e ar, há uma grande oportunidade para os destinos europeus aproveitarem esses pontos fortes" à medida que as viagens internacionais são retomadas.

"Existem também maneiras claras de aprendermos lições em termos de saúde e segurança e medidas de controlo do vírus. A utilização de infraestrutura de tecnologia e diretrizes claras sobre distanciamento social e uso de máscaras contribuem para garantir o renascimento seguro e tranquilo da viagem e o retorno da confiança", defendeu a gestora.

Apesar das quarentenas impostas por alguns países, que são um obstáculo às viagens, Jane Sun considera que medidas como "passaporte de vacinas", vacinas e sistemas de testes de covid-19 "estão a emergir caminhos viáveis à recuperação" do setor.

"Ainda há muito trabalho a fazer para construir a rede de parceiros globais necessária para que iniciativas como o CommonPass [passaporte de saúde digital sobre covid-19] desempenhem um papel mais central" na retoma das viagens, considerou.

Sobre a vacinação na Europa e o impacto no turismo, a presidente executiva da Trip.com disse que o "sucesso" do plano desempenha "um papel central na proteção das populações e na abertura segura" das fronteiras para as viagens.

"É minha esperança que vejamos uma distribuição generalizada de vacinas em todo o mundo", sublinhou.

Embora a vacinação alargada e uso de passaportes de vacinação ofereça um caminho para "a reabertura" das viagens, os "sistemas de testes e rastreamento oferecem uma rota alternativa", disse.

"Ambos sistemas exigem um investimento em tecnologia e diretrizes claras" quer dos governos, quer dos organismos globais, para que a indústria possa seguir.

"Estamos a assistir a um grande progresso com a 'app' CommonPass à medida que mais nações e parceiros de saúde, viagens e tecnologia a nível global se juntam à iniciativa". Além disso, "espero que, à medida que as vacinas puderem ser rapidamente distribuídas em todo o mundo, sejamos também capazes de desenvolver e implementar um sistema" que permita viajar "num futuro muito próximo", rematou.

Leia Também: Queixas sobre viagens e voos cancelados aguardam reembolso ou voucher

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório