Meteorologia

  • 11 ABRIL 2021
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 20º

Edição

Vista Alegre tem assegurados novos contratos de fornecimento

A Vista Alegre anunciou hoje que "já tem assegurados novos contratos de fornecimento", que totalizam mais de 20 de milhões de euros, até final do ano, sendo a Europa o principal destino e 25% para o continente asiático.

Vista Alegre tem assegurados novos contratos de fornecimento
Notícias ao Minuto

18:49 - 04/03/21 por Lusa

Economia Vista Alegre

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Vista Alegre Atlantis (VAA) salienta que estes novos contratos de fornecimento visam o "segundo, terceiro e quarto trimestre de 2021".

A Europa "é o destino principal destes fornecimentos", nomeadamente para França, Alemanha e países escandinavos, destacando que "uma parte significativa (25%) se destina ao continente asiático".

Estes novos contratos, acrescenta o grupo Vista Alegre, "juntam-se à existente e dinâmica carteira de encomendas da sua vasta rede de distribuição, que tinha já cerca de 25 milhões de euros em carteira, no canal 'private label', para este período, o que totaliza 45 milhões de euros em carteira e representam uma base importante para a empresa manter uma atividade com bons níveis de produção".

Nos primeiros dois meses deste ano, a Vista Alegre registou um volume de negócios acumulado de 12,1 milhões de euros, "verificando uma quebra de 34%" face a janeiro e fevereiro de 2020, antes do confinamento devido à pandemia.

"No mês de fevereiro de 2021 o volume de negócios foi de 6,5 milhões de euros, uma diminuição, face ao mesmo mês de 2020, de 32,8% (menos 3,2 milhões de euros), notando-se, no entanto, já uma ligeira melhoria nas vendas, face ao mês anterior", adianta a empresa.

As vendas 'online' da Vista Alegre "continuaram a evidenciar no mês de fevereiro um excelente desempenho, compensando parcialmente a quebra no canal de retalho, pelo facto da rede de lojas em Portugal continuar encerrada" devido às medidas de confinamento em vigor.

"O encerramento da generalidade das unidades de hotelaria e restauração continua a ter impacto negativo nas vendas no canal HoReCa [hotéis, restaurantes e cafés]", adianta.

O canal 'private label' também registou uma quebra face ao ano passado.

"A Vista Alegre destaca ainda a demonstração de resiliência das suas filiais USA, Brasil, Espanha e França que estão a crescer nos seus negócios de retalho", salienta o grupo.

Leia Também: Volume de negócios da Vista Alegre cai 8,1% em 2020 para 110 milhões

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório