Meteorologia

  • 10 ABRIL 2021
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Brexit: 43% das empresas financeiras retiraram ou podem retirar operações

O brexit fez com que 43% das empresas do setor financeiro tenham retirado ou planeiem retirar operações e pessoal do Reino Unido, levando a que o número de empregos relocalizados atinja os 7.600, segundo um estudo da EY.

Brexit: 43% das empresas financeiras retiraram ou podem retirar operações
Notícias ao Minuto

00:04 - 02/03/21 por Lusa

Economia Brexit

De acordo com os dados que do 'EY Financial Services Brexit Tracker', 95 de um total de 222 empresas desta área (43%) resolveram levar pelo menos uma parte das suas operações britânicas para outros países europeus, sendo que estes planos, em outubro, já tinham afetado 7.500 empregos, um número que cresceu agora para 7.600.

A consultora revelou ainda que 24 dos maiores grupos desta área (bancos, seguradoras e gestoras de ativos e fortunas) já transferiram ou anunciaram a intenção de transferir ativos do Reino Unido para a Europa, devido ao 'brexit'.

De acordo com os mesmos dados da EY, o impacto negativo da saída da União Europeia (UE) ainda está a ser sentido neste setor, com 26% das companhias (57 de 222) a declararem publicamente que o 'brexit' está a ter ou vai ter um impacto negativo no seu negócio, um valor que cresceu face às 49 empresas de janeiro de 2020.

A EY destacou ainda que desde dezembro de 2020 várias empresas do setor pediram clarificação sobre o futuro regulatório e medidas para assegurar que o país se mantém competitivo.

De acordo com a consultora, as zonas mais escolhidas para a relocalização por estas sociedades são Dublin, Luxemburgo e Frankfurt.

Omar Ali, 'partner' da EY para este segmento e região do mundo, disse ainda assim, que "os dias das grandes vagas de relocalização de ativos e empregos parecem ter passado e devem ser substituídos por movimentos contínuos, mas mais lentos" em direção à Europa.

O mesmo responsável, citado no comunicado da EY, indicou que "a fragmentação dos mercados de serviços financeiros só irá beneficiar os EUA e a Ásia".

Leia Também: Brexit: TdC Europeu "preocupado" com nova reserva para atenuar saída

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório