Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2021
Tempo
16º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Covid-19: Madeira prevê retoma da atividade económica a partir de junho

O presidente do Governo da Madeira prevê que a retoma da atividade económica no arquipélago ocorra a partir de junho, na sequência dos apoios concedidos às empresas e do fim das restrições nos mercados emissores de turismo.

Covid-19: Madeira prevê retoma da atividade económica a partir de junho
Notícias ao Minuto

13:48 - 26/02/21 por Lusa

Economia Covid-19

"Todo este apoio que estamos a dar às empresas é no sentido de perspetivarmos o início da retoma da nossa economia a partir de maio ou junho, sobretudo na área do turismo", afirmou Miguel Albuquerque, indicando que a reabertura dos principais mercados emissores de turismo para a região - Reino Unido e Alemanha - deverá ocorrer na mesma altura.

O governante falava no âmbito de uma visita à empresa Press Power, no Funchal, que desenvolve a sua atividade na área da informação digital e transcrição e está presente no mercado regional, nacional e no estrangeiro, designadamente no Reino Unido, França, África do Sul, Cabo Verde, Brasil e Estados Unidos da América.

"Neste momento, temos cerca de 27 empresas tecnológicas no mercado, com um volume de negócios já superior a 70 milhões de euros", disse Miguel Albuquerque, sublinhando que "a tendência é para crescer", pelo que o executivo, de coligação PSD/CDS-PP, vai continuar a apoiar "todo o setor empresarial".

A vice-presidência do Governo da Madeira indicou, recentemente, que o apoio previsto para as empresas regionais, face ao impacto da pandemia de covid-19, é na ordem dos 326 milhões de euros, sendo 164 milhões canalizados por via do Orçamento da Região Autónoma e 162 milhões através do Plano de Recuperação e Resiliência.

Segundo dados oficiais, o turismo foi um dos setores mais afetados na região pela crise pandémica, tendo registado perdas de 68,1% ao nível de proveitos globais, 64,2% no número de hóspedes e 66,1% no número de dormidas.

Entretanto, o Governo Regional da Madeira decidiu na quinta-feira prorrogar o confinamento até às 23:59 de 08 de março, mas o recolher obrigatório continua estabelecido entre as 19:00 e as 05:00 nos dias de semana e entre as 18:00 e as 05:00 aos fins de semana.

As atividades comerciais, industriais e de serviços continuam a encerrar igualmente entre as 18:00 e as 05:00 durante os dias de semana e entre as 17:00 e as 05:00 aos fins de semana.

De acordo com os dados mais recentes, o arquipélago, com cerca de 260 mil habitantes, regista 1.350 casos ativos de covid-19, num total 7.086 confirmados desde março de 2020, e 64 mortes associadas à doença.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.498.003 mortos no mundo, resultantes de mais de 112,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.185 pessoas dos 801.746 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: Capitania do Funchal cancela aviso de agitação marítima forte na Madeira

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório