Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2021
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 20º

Edição

Brasil. Ações da Petrobras sobem mais de 6% após colapso

As ações da Petrobras subiram hoje mais de 6% na abertura das negociações na Bolsa de Valores do Brasil, após caírem 21% na véspera, quando investidores demonstraram receio face a alterações anunciadas na administração da empresa.

Brasil. Ações da Petrobras sobem mais de 6% após colapso
Notícias ao Minuto

16:29 - 23/02/21 por Lusa

Economia Brasil

Os títulos da petrolífera estatal brasileira, que tem ações negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo, Nova Iorque e Madrid, estiveram entre os que mais subiram hoje no índice Ibovespa, referência do mercado brasileiro, que registava ganhos próximos a 1%.

As ações preferenciais da Petrobras subiram 7%, enquanto as ações ordinárias subiram cerca de 6%.

Na sexta-feira, o Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, anunciou a indicação do general reformado Joaquim Silva e Luna para o lugar do atual presidente da Petrobras, Roberto Castelo Branco.

Após o pedido de troca na direção da empresa se tornar público, as ações da petrolífera entraram em queda livre com perdas que superaram 100 mil milhões de reais (cerca de 15 mil milhões de euros, na cotação atual) em dois dias.

O anúncio sobre mudanças na Petrobras respondeu à pressão dos motoristas de camiões, base eleitoral que apoia Bolsonaro, contra os contínuos reajustes dos preços dos combustíveis que têm levado o setor de transporte a ameaçar uma nova greve.

Já a empresa justificava o aumento com a forte valorização do dólar em relação ao real e no comportamento do mercado internacional de petróleo.

No entanto, Bolsonaro não aceitou os argumentos, anunciou a isenção temporária dos impostos federais incidentes sobre os combustíveis e decidiu não renovar o mandato de Roberto Castello Branco à frente da Petrobras, economista que tinha nomeado a pedido do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Os agentes económicos interpretaram a mudança, que ainda não foi homologada pelo conselho de administração da Petrobras, como uma interferência do Governo na empresa.

Bolsonaro garantiu na terça-feira, junto ao Palácio da Alvorada, sua residência oficial em Brasília, que Joaquim Silva e Luna "vai melhorar" a Petrobras.

"Vocês vão ver como a Petrobras vai melhorar. E se tivermos de fazer alguma mudança, faremos", garantiu Bolsonaro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório