Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2021
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 20º

Edição

IEFP. Número de desempregados inscritos sobe para 424.359 em janeiro

No fim do mês de janeiro de 2021, estavam registados, nos Serviços de Emprego do Continente e Regiões Autónomas, 424.359 indivíduos desempregados.

IEFP. Número de desempregados inscritos sobe para 424.359 em janeiro

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego subiu para 424.359 em janeiro, de acordo com os dados divulgados esta segunda-feira pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

"No fim do mês de janeiro de 2021, estavam registados, nos Serviços de Emprego do Continente e Regiões Autónomas, 424.359 indivíduos desempregados, número que representa 71,2% de um total de 596.290 pedidos de emprego", pode ler-se no relatório divulgado pelo IEFP.

O total de desempregados registados no país foi superior ao verificado no mesmo mês de 2020 (+103.801 ; +32,4%) e face ao mês anterior (+22.105 ; +5,5%).

Para o aumento do desemprego registado, face ao mês homólogo de 2020, variação absoluta, contribuíram todos os grupos do ficheiro de desempregados, "com destaque para as mulheres, adultos com idade igual ou superior a 25 anos, os inscritos há menos de um ano, os que procuravam novo emprego e os que possuem como habilitação escolar o secundário".

Do ponto de vista regional, o desemprego registado aumentou em todas as regiões do País. Dos aumentos homólogos, o mais pronunciado deu-se na região do Algarve (+61,3%), seguido de Lisboa e Vale do Tejo (+45,3%) e da região da Madeira com +30,0%.

No que respeita à atividade económica de origem do desemprego, dos 364.972 desempregados que, no final do mês em análise, estavam inscritos como candidatos a novo emprego, nos Serviços de Emprego do Continente, 73,0% tinham trabalhado em atividades do sector dos 'serviços', com destaque para as 'Atividades imobiliárias, administrativas e dos serviços de apoio' (28,7%); 19,9% eram provenientes do sector 'secundário', com particular relevo para a 'Construção' (6,2%); ao sector 'agrícola' pertenciam 4,4% dos desempregados.

Leia Também: Subsídio de desemprego prorrogado a 13 mil pessoas em janeiro e fevereiro

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório