Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2021
Tempo
MIN 9º MÁX 19º

Edição

Reestruturação da TAP tem que assegurar viabilidade "a médio/longo prazo"

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reiterou hoje que o Governo tem poucas dúvidas sobre a importância de "salvar" a TAP, mas alertou que a reestruturação tem que assegurar a viabilidade da empresa "a médio/longo prazo".

Reestruturação da TAP tem que assegurar viabilidade "a médio/longo prazo"
Notícias ao Minuto

13:26 - 25/01/21 por Isabel Couto

Economia Siza Vieira

"Aquilo que temos que assegurar é que a TAP seja viável a médio e a longo prazo e que o apoio público à TAP seja um apoio que tem retorno. Não estamos a pôr dinheiro numa empresa para daqui a cincoanos ela ser inviável e ir à falência", disse o governante hoje durante a conferência digital "Retomar Portugal -- Comércio Internacional", organizada pela TSF/JN.

Questionado sobre a importância de garantir a recuperação da TAP, Siza Vieira disse "haver poucas dúvidas a esse respeito" e espera que seja um processo de investimento semelhante ao da CGD, que garanta o retorno do apoio público à transportadora aérea, na forma de empréstimo, de capital ou de garantia.

O plano de reestruturação da TAP, entregue em Bruxelas em dezembro, prevê a suspensão dos acordos de empresa, medida sem a qual, segundo o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, não seria possível fazer a reestruturação da TAP.

O plano prevê o despedimento de 500 pilotos, 750 tripulantes de cabine, 450 trabalhadores da manutenção e engenharia e 250 das restantes áreas e a redução de 25% da massa salarial do grupo (30% no caso dos órgãos sociais) e do número de aviões que compõem a frota da companhia, de 108 para 88 aviões comerciais.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório