Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2021
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 16º

Edição

Bolsas europeias em baixa devido ao aumento de contágios em todo o mundo

As principais bolsas europeias abriram hoje em baixa, devido ao aumento de contágios com covid-19 em todo o mundo e às possíveis novas restrições.

Bolsas europeias em baixa devido ao aumento de contágios em todo o mundo

Cerca das 08h55 em Lisboa, o EuroStoxx 600 desvalorizava-se 0,92%, para 407,10 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt recuavam 0,55%, 0,84% e 0,88%, bem como as de Madrid e Milão, que se desvalorizavam 0,97% e 1,51%, respetivamente.

Depois de ter aberto em baixa, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 08:55, o principal índice, o PSI20, descia 0,98%, para 5.006,16 pontos.

Nos Estados Unidos, o presidente, Joe Biden, alertou para mais cerca de 100.000 falecimentos no próximo mês, enquanto no Reino Unido, avisou a população de que o confinamento poderia durar até ao verão.

O Eurogrupo, reunido na quinta-feira, advertiu para a situação e a preocupação face ao aumento da variante britânica da covid-19 e comprometeu-se a travar a expansão desta através da adoção de medidas restritivas.

As fronteiras ficarão abertas para manter o funcionamento de um mercado único, mas o Eurogrupo alertou para a necessidade de impor restrições às viagens essenciais.

Na China, os contágios voltaram a aumentar.

Na Europa, o Banco Central Europeu (BCE) deixou na quinta-feira inalterada a política monetária.

Nesta semana mais curta nos Estados Unidos devido ao feriado do aniversário de Martin Luther King Jr na segunda-feira, a bolsa de Nova Iorque terminou mista na quinta-feira, com o Dow Jones a cair 0,04%, para 31.176,01 pontos, contra 31.188,38 pontos em 20 de janeiro, atual máximo desde que foi criado em 1896.

Em sentido contrário, o Nasdaq terminou a valorizar-se 0,55% para um novo máximo de 13.530,92 pontos.

A nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,2153 dólares, contra 1,2149 dólares na quinta-feira e o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro.

O barril de petróleo Brent para entrega em março abriu com tendência negativa no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 55,28 dólares, contra 56,10 dólares na quinta-feira e o atual máximo desde fevereiro de 2020, de 56,58 dólares, em 12 de janeiro.

Leia Também: Bolsa de Lisboa abre a cair 0,62%

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório