Meteorologia

  • 02 MARçO 2021
Tempo
11º
MIN 8º MÁX 18º

Edição

Bankinter afasta interesse na aquisição de outras instituições por cá

A equipa de gestão do Bankinter afastou hoje, em Madrid, a possibilidade do banco estar interessado em adquirir outras instituições em Portugal, apesar de reconhecer que há demasiadas entidades financeiras no país.

Bankinter afasta interesse na aquisição de outras instituições por cá
Notícias ao Minuto

12:28 - 21/01/21 por Lusa

Economia Bankinter

"É verdade que há mais entidades [bancárias] do que seria desejável [em Portugal], mas o Bankinter não está a pensar adquirir nenhuma", assegurou a presidente do grupo na apresentação à imprensa dos resultados de 2020 da instituição.

María Dolores Dancausa acrescentou que esta posição é a mesma que o banco tem em Espanha, onde o Bankinter "está centrado no seu crescimento orgânico e não quer nada mais".

O grupo fechou 2020 com um lucro de 317 milhões de euros, uma redução de 42,4% relativamente a 2019, principalmente devido ao impacto das provisões feitas para enfrentar os efeitos da covid-19.

No relatório de atividade enviado à Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV) espanhola, o Bankinter informou que o resultado antes de impostos da sucursal que tem em Portugal foi de 45 milhões de euros no ano passado, uma diminuição de 31%, devido, sobretudo, ao facto de o banco ter "deixado de libertar provisões" em 2020.

"Excelente. A verdade é que [o Bankinter Portugal] fez um exercício excelente", disse María Dolores Dancausa, insistindo que está "orgulhosa com o desempenho" da sucursal.

Na mesma videoconferência de imprensa foi revelado que o Bankinter Portugal tem moratórias de ajuda (suspensão de pagamento de empréstimos) num total de 1.000 milhões de euros, que representam cerca de 15% da sua carteira, dos quais 600 milhões são a empresas.

Quanto ao rácio de morosidade (crédito malparado) era de 2,14% no final de 2020 e as provisões feitas para precaver das consequências da pandemia de covid-19 de 2,5 milhões de euros.

A sucursal seguiu a "tendência" de crescimento do negócio com clientes do resto do grupo, com a carteira de crédito a crescer 7%, alcançando 6.600 milhões de euros no fim do ano.

Por outro lado, ainda em Portugal, os recursos dos clientes cresceram 6%, atingindo 4.800 milhões de euros, e os recursos geridos fora de balanço aumentaram 2%, totalizando 3.600 milhões de euros.

Quanto às margens do Bankinter Portugal, a instituição realça os "crescimentos de dois dígitos": 10% na margem de juros e 13% na margem bruta, "impulsionados pelo bom desempenho das comissões".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório