Meteorologia

  • 24 JANEIRO 2021
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Supermercados. Governo poderá limitar vendas apenas a bens alimentares

A medida estará nas mãos do ministro da Economia, segundo o Público.

Supermercados. Governo poderá limitar vendas apenas a bens alimentares

O Governo poderá limitar as vendas nos supermercados a apenas bens alimentares. Em causa está o facto de poder haver uma "concorrência desleal" face a outros estabelecimentos que têm de fechar portas no novo confinamento. A medida estará nas mãos do ministro da Economia, segundo o Público

"O membro do Governo responsável pela área da economia pode, mediante despacho, determinar que os estabelecimentos de comércio a retalho que comercializem mais do que um tipo de bem e cuja actividade seja permitida no âmbito do presente decreto não possam comercializar bens tipicamente comercializados nos estabelecimentos de comércio a retalho encerrados ou com a actividade suspensa nos termos do presente decreto", refere o decreto do Estado de Emergência, citado pelo Público.

Este documento, sublinhe-se, ainda carece de publicação em Diário da República, pelo que a versão final ainda não é conhecida. 

De supermercados a estabelecimentos de ensino, há um conjunto de 52 tipos de atividades que podem continuar a funcionar durante o confinamento geral devido à Covid-19, de acordo com o diploma do Governo. Pode consultar a lista completa aqui

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório