Meteorologia

  • 27 JANEIRO 2021
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Pesca da lampreia na Ria de Aveiro proibida de maio a dezembro

A pesca da lampreia na Ria de Aveiro fica proibida entre 01 de maio e 31 de dezembro, de acordo com um despacho da secretária de Estado das Pescas hoje publicado em Diário da República.

Pesca da lampreia na Ria de Aveiro proibida de maio a dezembro

No despacho, são fixados para este ano os períodos durante os quais é interdita a captura, a manutenção a bordo, a descarga e a primeira venda de lampreia, sável e savelha capturados nas águas interiores não marítimas da ria de Aveiro.

De acordo com o documento assinado por Teresa Estêvão Pedro, entre 01 de maio e 31 de dezembro fica interdita a pesca da lampreia, enquanto para o sável e a savelha a interdição vigora até 09 de fevereiro e entre 11 de abril e 31 de dezembro.

O despacho da secretária de Estado determina ainda que entre 05 e 15 de março fica "interdita a utilização de quaisquer artes cuja captura possa incidir sobre a lampreia ou o sável, designadamente os tresmalhos fundeados ou de deriva, e as camboas", na área de jurisdição da Capitania do Porto de Aveiro.

As datas foram fixadas "após auscultação das associações representativas dos pescadores locais, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, dos órgãos locais da Autoridade Marítima Nacional e do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, e com o apoio científico do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente da Universidade de Évora (MARE).

Os períodos agora estabelecidos podem vir a ser alterados por despacho do diretor-geral da Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, em adaptação à evolução da situação da pandemia de covid-19.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório