Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2021
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 15º

Edição

Bolsas europeias em alta, apesar da não aprovação de novos apoios nos EUA

As principais bolsas europeias abriram hoje em alta, apesar do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter decidido não aprovar o quinto pacote de estímulos orçamentais que recebeu o apoio do Congresso.

Bolsas europeias em alta, apesar da não aprovação de novos apoios nos EUA

Cerca das 08:55 em Lisboa, o EuroStoxx 600 valorizava-se 0,38%, para 392,78 pontos.

As bolsas de Paris e Frankfurt avançavam 0,50% e 0,60%, bem como as de Madrid e Milão que se valorizavam 0,73% e 0,67%, respetivamente. Londres era a exceção, já que recuava 0,10%.

Depois de ter aberto em alta, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 08:55, o principal índice, o PSI20, valorizava-se 0,50%, para 4.749,83 pontos.

O presidente norte-americano não aprovou o quinto pacote de cerca de 900.000 milhões de dólares de ajudas para combater os efeitos da pandemia que foi aprovado pelo Congresso, tendo pedido alterações como o aumento dos pagamentos diretos aos cidadãos dos 600 dólares acordados para 2.000 dólares.

Os investidores na Europa permanecem pendentes das negociações do 'Brexit', que foram prolongadas pela União Europeia (UE) e pelo Reino Unido, para tentar alcançar um acordo sobre as relações comerciais entre as duas partes depois da concretização da saída britânica da união.

Em relação à pandemia, os investidores também acompanham com preocupação o avanço dos contágios e das duras restrições em algumas partes da Europa antes do Natal como é o caso de Londres, que se juntou à Alemanha e a Itália.

Na terça-feira, a bolsa de Nova Iorque terminou mista, com o Dow Jones a descer 0,67%, para 30.015,51 pontos, contra o atual máximo desde que foi criado em 1896, de 30.303,37 pontos em 17 de dezembro.

Em sentido contrário, o Nasdaq terminou a valorizar-se 0,51%, para 12.807,92 pontos, um novo máximo.

A nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,2181 dólares, contra 1,2175 dólares na terça-feira e o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2260 dólares em 17 de dezembro.

O barril de petróleo Brent para entrega em fevereiro abriu com tendência negativa no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 49,71 dólares, contra 50,08 dólares na terça-feira e o atual máximo desde 09 de março, de 52,26 dólares em 17 de dezembro.

Leia Também: Bolsa de Lisboa abre a subir 0,03%

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório