Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2021
Tempo
MIN 4º MÁX 15º

Edição

Finanças pessoais. Dicas para controlar os gastos nas compras de Natal

O GAS recomenda ainda que os consumidores coloquem uma parte do subsídio de Natal de parte para poupança. "Poupar hoje significa que se está a garantir o cumprimento dos encargos no futuro próximo", refere.

Finanças pessoais. Dicas para controlar os gastos nas compras de Natal

Com o aproximar do Natal chega também o tão esperado salário em duplicado, numa altura em que as despesas associadas aos presentes também crescem. Compras em excesso ou gastar mais do que o necessário pode levar a uma aplicação indevida do subsídio de Natal, mas há formas de o evitar.  

O gabinete de apoio ao sobre-endividado da DECO (GAS) recomenda, por isso, sete dicas de modo a garantir que controla os seus gastos de Natal. 

Tome nota: 

  1. Faça um orçamento para a época natalícia, defina quanto pretende e pode gastar nas compras de Natal;
  2. Faça a lista de presentes. Estabeleça um valor máximo a gastar por prenda, defina quanto poderá gastar em presentes e não se esqueça: faça as compras o mais cedo possível;
  3. Caso não possa oferecer prendas a todos aqueles que desejaria, dê somente a quem considere ser mais importante ‘dar uma lembrança’. O espírito do Natal, é a comunhão e a paz, e não o consumismo desmesurado;
  4. Se optar por fazer as compras online não se esqueça de estar atento para que não lhe roubem dados pessoais, nomeadamente o número do cartão de crédito/débito ou da conta bancária. Assegure-se que o site é seguro e está identificado;
  5. Não se esqueça de fazer uma pesquisa cuidadosa sobre as lojas e os produtos que pareçam fiáveis e de comprar os preços compare preços;
  6. Nunca faça o pagamento antes de se certificar de que o site pede apenas as informações necessárias.
  7. Na hora de pagar evite recorrer em demasia a créditos fáceis e/ou a cartões de crédito. Ao optar por estes, poderá estar a prejudicar o seu bem-estar financeiro, pois poderá não conseguir suportar o pagamento destes no mês que se avizinha, e assim estar a entrar numa espiral da qual será muito difícil sair e que poderá levá-lo a uma situação de endividamento precoce.

O GAS recomenda ainda que os consumidores coloquem uma parte do subsídio de Natal de parte para poupança. "Poupar hoje significa que se está a garantir o cumprimento dos encargos no futuro próximo", refere. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório