Meteorologia

  • 26 JANEIRO 2021
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 19º

Edição

AMP vai avaliar viabilidade de nova ligação ferroviária no Tâmega e Sousa

A Área Metropolitana do Porto (AMP) vai avaliar, em colaboração com a IP, a CIM do Tâmega e Sousa e cinco municípios, a viabilidade da implementação de uma solução ferroviária para os eixos Valongo-Felgueiras e Livração-Amarante.

AMP vai avaliar viabilidade de nova ligação ferroviária no Tâmega e Sousa
Notícias ao Minuto

19:11 - 27/11/20 por Lusa

Economia Ferrovia

"Nós neste momento para estas zonas não temos nada. Temos transporte rodoviário e fraco. Temos também estado a olhar muito para o transporte dentro da área metropolitana e quando olhamos para o exterior é sempre para as grandes ligações, Vigo e Lisboa. O que nós estamos agora a tentar é coser o território", indicou, em declarações à Lusa, o presidente da AMP, Eduardo Vítor Rodrigues.

A proposta para elaboração de um acordo de colaboração para a realização de estudo preliminar para os eixos de Valongo-Felgueiras e Livração-Amarante, foi hoje aprovada em reunião da AMP, que pretendo com esta iniciativa olhar para as pendularidades fora do território da área metropolitana.

Para o presidente da AMP, é necessário olhar para este acordo como uma oportunidade de "refazer redes de transportes público que facilitem a vida das pessoas", nomeadamente neste território.

"A ferrovia para norte é muito importante, nomeadamente na articulação com a CIM do Tâmega. É um bocadinho olhar para norte numa lógica que já ultrapassa a área metropolitana, reconhecendo que as nossas pendularidades não são só do centro urbano, são de estudantes que vêm, por exemplo, de Paços de Ferreira [que não integra a AMP] e que precisam de ter um transporte rápido", explicou.

Eduardo Vítor Rodrigues esclareceu ainda que a aposta neste tipo de modelo, prende-se com o financiamento comunitário disponível que vai privilegiar "o transporte em carril, suburbanos, ou fora de carril, modelo dedicado, tipo metrobus".

"Não me adianta estar aqui a pensar em soluções megalómanas como levar o metro a Paços de Ferreira, nem em soluções minimalistas como o modelo de autocarro, avançamos para um projeto que é um projeto integrado que une a AMP e a CIM do Tâmega e depois vamos ver como é que ele corre nesta lógica de começar a cozer a área metropolitana com a região", disse.

Para além da AMP, este acordo de colaboração envolve a Infraestruturas de Portugal (IP), a Comunidade Intermunicipal (CIM) do Tâmega e Sousa e os municípios de Paços de Ferreira, Lousada, Valongo, Paredes e Felgueiras.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório