Meteorologia

  • 16 JANEIRO 2021
Tempo
MIN 4º MÁX 14º

Edição

Crédito a empresas recua, mas está em máximos desde julho de 2018

O total de empréstimos às empresas diminuiu para 71.963 milhões de euros no final de outubro, menos 185,8 milhões de euros do que em setembro, fixando-se, ainda assim, em máximos desde julho de 2018, segundo dados do BdP.

Crédito a empresas recua, mas está em máximos desde julho de 2018
Notícias ao Minuto

14:57 - 26/11/20 por Lusa

Economia Crédito

Em setembro, de acordo com o Banco de Portugal (BdP), o 'stock' de empréstimos às empresas tinha atingido o máximo desde junho de 2018, ao situar-se perto dos 72.149 milhões de euros.

O 'stock' de 71.963 milhões de euros de empréstimos às empresas em outubro supera os 68.953 milhões de euros registados em outubro de 2019.

Os dados do banco central apontam ainda que, em outubro deste ano, o crédito malparado nas empresas diminuiu para 3,8% do crédito total, face aos 4,0% de setembro, mantendo-se muito abaixo dos 6,2% de outubro de 2019.

Analisando pelo número total de devedores (e não pelos montantes do crédito), segundo o Banco de Portugal, 17,4% das empresas tinham em outubro os seus empréstimos vencidos, uma proporção inferior à de setembro (17,6%) e à do mês homólogo de 2019 (18,8%).

Devido à crise económica provocada pela pandemia de covid-19, estão em vigor empréstimos às empresas com garantias do Estado e uma moratória pública dos créditos bancários das famílias e empresas, recentemente prolongada até 30 de setembro de 2021.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório