Meteorologia

  • 16 JANEIRO 2021
Tempo
MIN 4º MÁX 14º

Edição

Preço da luz baixou no segmento doméstico. Que lugar ocupa Portugal?

Famílias portuguesas - e europeias - pagaram menos na fatura da luz nos primeiros seis meses deste ano.

Preço da luz baixou no segmento doméstico. Que lugar ocupa Portugal?

Os dados mais recentes sobre a energia, divulgados esta terça-feira, revelam que os preços da eletricidade baixaram nos primeiros seis meses do ano para as famílias portuguesas e para as europeias. 

"No 1.º semestre de 2020, Portugal registou uma descida dos preços de eletricidade no segmento doméstico, face ao semestre homólogo de 2019, e uma subida dos preços de eletricidade no segmento não-doméstico", refere a ERSE, em comunicado. 

Também o Eurostat revela que na primeira metade do ano, os preços médios da eletricidade para as famílias na União Europeia (UE) diminuíram ligeiramente em comparação com o primeiro semestre de 2019 (21,6 euros por 100 kWh), situando-se nos 21,3 euros por 100 kWh.

Olhando para os países europeus, Portugal é o oitavo país na lista dos preços da eletricidade pagos pelos consumidores domésticos. Ainda assim, o preço é inferior ao de Espanha, Itália, Dinamarca ou Alemanha. 

"Comparativamente a Espanha, à Área do Euro e à média da União Europeia, Portugal apresenta um preço médio inferior para ambos os segmentos [doméstico e não doméstico]. Este diferencial de preços é mais acentuado face aos preços da Área do Euro, com preços 6% acima dos de Portugal para os consumidores domésticos e 13,6% acima dos de Portugal para os consumidores não-domésticos", sublinha a ERSE. 

Em Portugal, saliente-se, a "componente de taxas e impostos é a quarta mais elevada da Europa, essencialmente devido aos designados Custos de Interesse Económico Geral (CIEG), que resultam de opções de política energética e que representam 27% do preço final", revela o regulador da energia.

Portugal regista das maiores descidas de preço do gás natural

Os dados do Eurostat revelam ainda que Portugal foi o quarto país com a redução mais acentuada do preço do gás natural para consumo doméstico no 1.º semestre deste ano, face ao anterior. 

"As maiores quedas dos preços do gás doméstico, em moedas nacionais, foram registadas na Letónia (-29,4%), Lituânia (-19,8%), Suécia (-16,0%) e em Portugal (-15,4%)", pode ler-se.

"As reduções de impostos impulsionaram principalmente a redução na Suécia. O custo da energia foi o principal fator para a redução dos preços na Letónia, enquanto ambos [os fatoresafetaram os preços na Lituânia e em Portugal", revela ainda o gabinete de estatísticas da UE.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório