Meteorologia

  • 02 MARçO 2021
Tempo
11º
MIN 8º MÁX 18º

Edição

Bolsas europeias em alta, animadas com indicadores económicos da China

As principais bolsas europeias abriram hoje em alta, animadas com indicadores macroeconómicos da economia chinesa, que apontam para a continuação da recuperação da produção industrial e das vendas a retalho em outubro.

Bolsas europeias em alta, animadas com indicadores económicos da China
Notícias ao Minuto

09:04 - 16/11/20 por Lusa

Economia Mercado

Cerca das 08h45 em Lisboa, o EuroStoxx 600 valorizava-se 0,72%, para 387,95 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt avançavam 0,671%, 0,85% e 0,72%, enquanto, as de Madrid e Milão subiam 2,27% e 1,06%, respetivamente.

Depois de ter aberto em alta, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 08:45, o principal índice, o PSI20, subia 1,17% para 4.418,34 pontos.

Hoje também foi anunciado que o Produto Interno Bruto (PIB) do Japão cresceu 5% no terceiro trimestre, a maior taxa de crescimento em quatro décadas, contra 8,2% no segundo trimestre devido à pandemia.

Nos Estados Unidos, hoje serão conhecidos os primeiros dados da indústria transformadora do mês de novembro.

Analistas citados pela Efe explicam que as bolsas europeias estão otimistas hoje devido à decisão de nos Estados Unidos de recusar confinamentos a nível nacional apesar da má evolução da pandemia.

Na sexta-feira, a bolsa de Nova Iorque fechou em alta, com o Dow Jones a subir 1,37%, para 29.479,81 pontos, um novo máximo desde que foi criado em 1896.

No mesmo sentido, o Nasdaq terminou a valorizar-se 1,02% para 11.829,29 pontos, contra o atual máximo de sempre, de 12.056,33 pontos, em 02 de setembro.

A nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1859 dólares, contra 1,1834 dólares na sexta-feira e o máximo desde 15 de maio de 2018, de 1,1944 dólares, em 31 de agosto.

O barril de petróleo Brent para entrega em janeiro abriu também com tendência positiva, a cotar-se a 43,68 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 42,78 dólares na sexta-feira e o máximo desde março, de 48,29 dólares, em 25 de agosto.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório