Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2020
Tempo
16º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Pandemia 'trava' subida dos preços das casas nas principais cidades

Os dados foram divulgados pelo INE.

Pandemia 'trava' subida dos preços das casas nas principais cidades
Notícias ao Minuto

11:32 - 29/10/20 por Notícias Ao Minuto 

Economia preços das casas

A pandemia travou a subida do preço mediano dos alojamentos familiares em Portugal no segundo trimestre, de acordo com os dados divulgados esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). 

"No 2.º trimestre de 2020, o preço mediano de alojamentos familiares em Portugal foi 1.187 €/m2 . Este valor representa uma redução face ao 1º trimestre (-1,4%) mas um aumento relativamente ao 2º trimestre de 2019 (+9,4%). A evolução da taxa de variação homóloga entre o 1º e 2º trimestre de 2020, de 14,4% para 9,4% evidencia a desaceleração do ritmo de crescimento dos preços da habitação", segundo o INE

Verificou-se uma "desaceleração do crescimento dos preços nas três sub-regiões com preços da habitação mais elevados: Área Metropolitana de Lisboa, Região Autónoma da Madeira e Área Metropolitana do Porto". 

No 2º trimestre de 2020, três das 25 NUTS III registaram um preço mediano de alojamentos familiares acima do valor nacional – Algarve (1.807 €/m2 ), Área Metropolitana de Lisboa (1.601 €/m2 ), Região Autónoma da Madeira (1.310 €/m2 ) e Área Metropolitana do Porto (1.196 €/m2 ) – e destas sub-regiões apenas a Área Metropolitana de Lisboa (+10,6%) registou um crescimento homólogo superior ao nacional (+9,4%).

Com os maiores crescimentos homólogos destacam-se as sub-regiões Beiras e Serra da Estrela (+25,6%), Região de Leiria (+19,7%), Alentejo Central (+19,5%) e Terras de Trás-os-Montes (+19,4%).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório