Meteorologia

  • 26 NOVEMBRO 2020
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Relatório e Contas de Lar do Comércio em Matosinhos aprovados por maioria

O relatório e as contas de 2019 do Lar do Comércio, em Matosinhos (Porto), foi hoje aprovado por maioria, com a instituição social a apresentar um resultado positivo na "ordem de meio milhão de euros", segundo fonte oficial.

Relatório e Contas de Lar do Comércio em Matosinhos aprovados por maioria
Notícias ao Minuto

18:36 - 24/10/20 por Lusa

Economia Matosinhos

Em entrevista telefónica à Lusa, o presidente da Assembleia Geral do Lar do Comércio, Artur Penedos, declarou que as contas referentes ao ano de 2019 foram aprovadas por maioria e que nos 30 minutos da ordem de trabalhos dedicados a "assuntos de reconhecido interesse para o Lar do Comércio" intervieram 10 associados que falaram sobre as "suas angústias" relacionadas com a instituição.

O Lar do Comércio teve este ano mais de 100 idosos infetados com covid-19, 24 dos quais acabaram por morrer, segundo o relatório de averiguação sobre o surto da covid-19 e um outro relatório da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados (CDHOA) indicava que tinham sido detetados indícios de "violação grave" de direitos humanos, bem como o "incumprimento reiterado" de orientações recebidas em vistorias.

Segundo Artur Penedos, no início da Assembleia Geral, "10 associados quiseram intervir sobre as suas angustias" e foram colocadas questões sobre a "aflição das pessoas e o alarmismo que as notícias têm vindo a introduzir nos associados, especialmente aqueles que têm familiares no lar".

"Quem quis falar, falou. [...] Intervieram 10 associados, dizendo aquilo que são as suas angústias. A direção respondeu ao conjunto de questões que havia para responder e passámos ao ponto seguinte, porque o presidente da Assembleia não tem funções executivas e, portanto, de cada vez que surge uma qualquer questão relativamente ao funcionamento da instituição, remete o assunto para a direção para que ela responda e foi assim que aconteceu", explicou Artur penedos.

O presidente da Assembleia Geral do Lar do Comércio convocou para hoje, às 14:00, uma Assembleia Geral Ordinária daquela instituição e a ordem de trabalhos previstos continha "trinta minutos para tratar, sem votação nem deliberação, assuntos de reconhecido interesse para o Lar do Comércio", para além de "discutir e votar o Relatório e as Contas de Gerência do ano de 2019 e respetivo Parecer do Conselho Fiscal".

"As pessoas colocaram as questões que tinham a colocar relativamente às contas e contas foram aprovadas por maioria e está resolvida uma questão que é uma obrigação estatutária e legal", declarou Artur Penedos, acrescentando que as contas do lar estão "equilibradas", com uma "situação financeira muito sólida", tendo-se concluído o ano de 2019 com "resultados positivos na ordem de meio milhão de euros".

A Assembleia Geral Ordinária teve a participação de "60 ou 70 pessoas", tendo sido respeitado o distanciamento social e o uso obrigatório de máscara.

Em maio, o Ministério Público (MP) instaurou um inquérito à situação no lar e um familiar de uma utente que morreu com covid-19 apresentou queixa por alegada prática de vários crimes, requerendo a suspensão de funções dos órgãos sociais.

Na altura, a presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro, afirmou que a atuação da direção do Lar do Comércio foi negligente e que, por esse motivo, participou ao Ministério Público as situações que chegaram ao conhecimento da autarquia.

Em 14 de outubro, a Lusa noticiou que 26 crianças que frequentam a creche e o jardim de infância do Lar do Comércio estavam a cumprir quarentena em casa depois de detetados dois casos de infeção covid-19

Entre as 26 crianças, de um total de três salas, estão dois irmãos de 7 meses e 2 anos de idade que testaram positivo ao novo coronavírus.

Em comunicado, a direção do Lar do Comércio indicava que tinha sido contactada no domingo (11 de outubro) pela mãe de duas crianças que frequentam o seu equipamento infantil as quais, submetidas ao teste covid-19, testaram positivo, razão pela qual decidiu contactar todos os pais e colaboradores deste equipamento, aos quais foram transmitidas as instruções da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório