Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2020
Tempo
15º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

PNI 'traz' Porto/Lisboa em pouco mais de 1h e uma nova linha Porto/Vigo

Entre as medidas foi anunciada uma linha de alta velocidade entre Lisboa e Porto. A duração da viagem será de 1h15.

PNI 'traz' Porto/Lisboa em pouco mais de 1h e uma nova linha Porto/Vigo

O Programa Nacional de Investimentos (PNI) 2030 prevê a construção de uma nova linha ferroviária entre o Porto e Vigo e uma linha de alta velocidade entre o Porto e Lisboa. Esta última irá ligar as duas principais cidades do país em 1h15 

O ministro das Infraestruturas defendeu que a aposta dos "sucessivos" governos na rodovia reflete-se na condição atual da rede ferroviária.

"Não temos um grande histórico em termos de ferrovia. Sucessivos governos fizeram uma aposta na rodovia [...]. Isto reflete-se na condição da nossa rede ferroviária atual. [Esta opção] é ainda mais estranha se considerarmos as mais-valias que a ferrovia pode dar", afirmou Pedro Nuno Santos, em Lisboa.

No que se refere à ferrovia, as metas do programa centram-se na substituição e aumento do material circulante, aumento da capacidade nas áreas metropolitanas, a criação de uma nova linha Porto-Vigo (Espanha) com duração de uma hora, bem como a eletrificação da rede até 2030.

O Governo anunciou ainda uma nova linha de alta velocidade entre o Porto e Lisboa, com um tempo de viagem de 1h15. O Governo "percebeu desde o início", a necessidade de "aproximar as duas áreas metropolitanas", explicou o ministro das Infraestruturas

"Esta é uma linha cara. Altamente dispendiosa", admitiu o ministro, pelo que o primeiro troço será entre o Porto e Soure, porque "a parte norte da linha cruza-se com a Linha do Norte". O investimento previsto para a alta velocidade entre as duas principais cidades nacionais é de 4.500 milhões de euros, segundo o Público.

As duas prioridades são, assim, as ligações Lisboa/Porto e Porto/Vigo, adiantou Pedro Nuno Santos.  

Programa de investimentos "positivo" mas com insuficiências

Antes de Pedro Nuno Santos, falou a presidente do Conselho Superior de Obras Públicas (CSOP), Natércia Cabral, que considerou que o PNI 2030 é "positivo", embora contenha algumas insuficiências.

No entanto, esta responsável lembrou que, tendo em conta a importância do programa e o impacto da crise sanitária devido à pandemia de Covid-19, é importante avançar com o PNI 2030.

Durante a sua intervenção, no início da sessão, a presidente do CSOP, notou ainda ser "urgente saber informação sobre a calendarização das intervenções". Natércia Cabral destacou ainda a "elevada participação, rigor e sentido construtivo" dos conselheiros e consultores do CSOP neste processo.

PNI 2030 é o programa que contém os investimentos previstos para a próxima década em áreas como a ferrovia, energia, ambiente e regadio. O evento de apresentação, que decorre em Lisboa, conta ainda com a presença do primeiro-ministro, António Costa. 

Reveja aqui: 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório