Meteorologia

  • 27 OUTUBRO 2020
Tempo
18º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

Mercado automóvel cai mais de 38% até setembro

O mercado automóvel em Portugal caiu 38,4% entre janeiro e setembro com 127.168 novos veículos colocados em circulação, segundo os dados da Associação Automóvel de Portugal (ACAP) hoje divulgados.

Mercado automóvel cai mais de 38% até setembro
Notícias ao Minuto

17:02 - 01/10/20 por Lusa

Economia Automóvel

"No período de janeiro a setembro de 2020, foram colocados em circulação 127.168 novos veículos, o que representou uma diminuição homóloga de 38,4%", indicou, em comunicado, a ACAP, notando que só em agosto o mercado automóvel em Portugal teve a segunda maior queda percentual da União Europeia.

De acordo com o mesmo documento, a Associação Europeia dos Construtores de Automóveis (ACEA) prevê uma queda do mercado, a nível europeu, entre 20% e 25%, "pelo que a descida do mercado automóvel português continua muito superior à média europeia".

Em setembro foram matriculados 16.404 veículos automóveis, menos 9% do que no mesmo mês de 2019.

Por categoria, nos primeiros nove meses do ano, as matrículas de ligeiros de passageiros totalizaram 105.660 unidades, um retrocesso de 39,3% em comparação com o período homólogo, enquanto, só em setembro foram matriculadas 13.186 unidades, menos 9,4%.

De janeiro a setembro, o mercado de ligeiros de mercadorias registou 18.627 unidades, uma queda de 33,8% face ao mesmo período do ano anterior, enquanto em setembro desceu 7,2% para 2.516 unidades.

Já no que se refere aos veículos pesados, de passageiros e de mercadorias, até setembro, foram totalizadas 2.881 unidades matriculadas, ou seja, uma perda homóloga de 34,1% e em setembro verificou-se uma descida de 8,6% para 702 veículos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório