Meteorologia

  • 25 OUTUBRO 2020
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

Portugal cai para 37.º no ranking da competitividade digital

Portugal desceu no 'ranking' da competitividade digital pelo terceiro ano consecutivo, descendo três lugares e ocupando agora o 37.º lugar do IMD World Competitiveness Center, foi hoje divulgado.

Portugal cai para 37.º no ranking da competitividade digital

De acordo com a classificação hoje divulgada, no qual a Porto Business School (PBS) colabora, Portugal ocupa agora o lugar 37 entre 63 economias analisadas.

Apesar da descida, Portugal regista melhorias na competitividade digital nos índices de Conhecimento (33.º lugar) e Tecnologia (38.º), o que não foi suficiente para uma subida no 'ranking', "devido à melhor 'performance' [desempenho] registada por outras economias", segundo um comunicado da PBS.

No indicador Conhecimento "a economia nacional apresenta uma melhor 'performance' no ranking, apesar de ter descido duas posições", e na Tecnologia, "apesar de ter melhorado em todas as vertentes, manteve o 38.º lugar".

"Foi no indicador Preparação para o Futuro que a perda de competitividade digital da economia portuguesa foi maior, onde a descida foi de sete posições face a 2019", pode ler-se no comunicado.

Noutros indicadores, a Qualidade do seu Talento, a Formação & Educação e a Concentração de Conhecimento no país subiram posições (26.º para 24.º, 39.º para 38.º e 32.º para 30.º, respetivamente).

"No entanto, a descida de posição no indicador Conhecimento (31.º para 33.º) serve de alerta para um crescimento a um ritmo mais lento do que noutros países, sobretudo devido à fraca prestação das empresas na Formação de Colaboradores (58.º)", pode ler-se no documento.

Por outro lado, nessa área, destacam-se "a existência de boas Competências Digitais e Tecnológicas (14.º) na população portuguesa" e número de Graduados em Ciência (13.º).

As boas classificações verificam-se ainda na Qualidade das Tecnologias de Comunicação (5º) no Número de Utilizadores de Internet (12.º) e nas Leis de Imigração (4.º).

Já "a reduzida penetração de Assinantes de Banda Larga Móvel (59.º) e a falta de Exportação de Tecnologia de Ponta (55.º) empurram Portugal para a metade inferior da tabela" nestes indicadores.

O 'ranking' dos países ou regiões mais competitivos no digital é liderado pelos Estados Unidos, seguindo-se Singapura e Dinamarca.

O grupo das dez economias mais competitivas é completado pela Suécia, Hong Kong, Suíça, Países Baixos, Coreia do Sul, Noruega e Finlândia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório