Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2020
Tempo
15º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

PSI20 segue em queda com Jerónimo Martins a evitar maiores perdas

A bolsa de Lisboa seguia hoje em queda, aliviando a tendência da abertura e em linha com as principais congéneres europeias, com a Jerónimo Martins a evitar maiores perdas.

PSI20 segue em queda com Jerónimo Martins a evitar maiores perdas

Na terça-feira, o principal índice, o PSI20, encerrou em baixa, com uma queda de 1,35% para 4.033,26 pontos, com a Galp a liderar as descidas.

Hoje, pelas 08:50, o PSI20 seguia em queda de 0,07% para 4.030,36 pontos, com 10 ações em baixa, sete em alta e uma inalterada.

A Pharol e a Sonae Capital eram as ações que mais perdiam, com quedas de 2,84% e 1,14% para 0,10 euros e 0,69 euros, respetivamente.

A EDP seguia também em queda de 0,17% para 4,13 euros.

Do lado dos ganhos, lideravam a Ibersol e a Mota Engil, com subidas de 1,43% e 1,15% para 4,97 euros e 1,06 euros, respetivamente.

A Jerónimo Martins subia 0,87% para 13,96 euros e a Galp Energia subia 0,36% para 7,79 euros.

As principais bolsas europeias abriram hoje em baixa, arrastadas pela tendência de Wall Street na terça-feira.

Na Europa, onde começa a última ronda de negociações prevista sobre a futura relação entre a União Europeia (UE) e o Reino Unido depois do 'Brexit', os principais mercados acompanhavam a tendência de baixa de Wall Street, com os investidores muito pendentes da evolução da pandemia e as possíveis medidas que serão tomadas pelos diversos Governos como as restrições de mobilidade, que poderõ afetar ainda mais a economia.

No outro lado do Atlântico, Wall Street fechou em baixa, depois de três dias de ganhos, muito pendente do primeiro debate das presidenciais nos Estados Unidos, entre o Presidente Donald Trump e o candidato democrata, Joe Biden.

Analistas citados pela Efe defendem que o debate não deverá ter grande impacto nas intenções de voto dos norte-americanos, já que alegam que não deu grandes contributos esclarecedores.

Como pano de fundo, as tensões entre Washington e Pequim mantêm-se depois de no domingo um juiz federal norte-americano ter bloqueado a ordem de Donald Trump, de proibir as descargas da TikTok.

A nível cambial, o euro abriu hoje em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1734 dólares, contra 1,1738 dólares na terça-feira e o máximo desde 15 de maio de 2018, de 1,1944 dólares, em 31 de agosto.

O barril de petróleo Brent para entrega em novembro abriu com tendência descendente, a cotar-se a 40,75 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 41,07 dólares na terça-feira e o máximo desde março, de 48,29 dólares, em 25 de agosto.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório