Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2020
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 20º

Edição

Euronext confirma "negociações exclusivas" para comprar bolsa italiana

A informação foi adiantada pela empresa em comunicado enviado à CMVM.

Euronext confirma "negociações exclusivas" para comprar bolsa italiana

A Euronext confirmou, esta sexta-feira, que está em "negociações exclusivas" para comprar a bolsa italiana, de acordo com um comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

"A Euronext e a CDP Equity confirmam que entraram em negociações exclusivas com o grupo London Stock Exchange para comprar o grupo Borsa Italiana, em conjunto com o Intesa Sanpaolo", pode ler-se no comunicado. 

"Não há certeza de que a operação será concluída. A combinação proposta entre a Borsa Italiana e a Euronext criaria uma operadora líder no mercado de capitais da Europa continental", acrescenta.

A Bolsa de Valores de Londres comprou a Bolsa de Valores de Milão em 2007 por cerca de 1.600 milhões de euros e acaba de colocá-la à venda para obter a aprovação das autoridades europeias na compra do fornecedor de dados Refinitiv, controlada em 55% pela Blackstone e 45% pela Thomson Reuters.

O Governo italiano considera a praça milanesa como "um ativo estratégico" que pode "contribuir para a recuperação económica do país".

O London Stock Exchange Group "recebeu e considerou uma série de ofertas" para a aquisição da Bolsa Italiana, refere a LSE em comunicado.

O operador suíço SIX Group e a alemã Deutsche Börse confirmaram que cada um deles apresentou uma proposta.

LSE especificou que está apenas a explorar a possível venda da Bolsa de Valores de Milão, salientando que nenhuma decisão foi tomada.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório