Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2020
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

China autoriza vistos turísticos para Macau, Zhuhai é a cidade 'teste'

A China autorizou hoje a emissão de vistos turísticos para entrada em Macau, uma medida considerada essencial para revitalizar a indústria do jogo na capital mundial de casinos, com Zhuhai a ser a cidade 'teste', foi hoje anunciado.

China autoriza vistos turísticos para Macau, Zhuhai é a cidade 'teste'
Notícias ao Minuto

11:39 - 10/08/20 por Lusa

Economia Covid-19

A emissão dos novos vistos de turismo, individuais e de grupo, vai ser retomada a partir desta quarta-feira e só vai abranger para já a vizinha Zhuhai, na província de Guangdong, ficando os visitantes isentos da quarentena de 14 dias desde que não tenham estado no estrangeiro nas duas semanas anteriores e realizem um teste de despistagem negativo à covid-19, informou a secretária para os Assuntos Sociais e Cultura, Ao Ieong U.

Em conferência de imprensa, a governante indicou que o objetivo é conseguir junto de Pequim alargar a emissão dos vistos para além de Zhuhai, mas que para isso Macau tem de conseguir manter com sucesso o controlo da pandemia no território, que não tem qualquer caso ativo e não registou ainda qualquer transmissão comunitária do novo coronavírus.

Sob as mesmas condições, a partir também desta quarta-feira, os residentes de Macau também podem entrar em toda a China, ficando excluídos aqueles que tenham um passaporte estrangeiro.

Já em abril, o chefe do Governo de Macau anunciara a intenção de solicitar a Pequim a retoma da emissão de vistos individuais, suspensa devido à pandemia, o que é visto pelos especialistas como crucial para a recuperação do setor do jogo, o 'motor' da economia do território, muito dependente do mercado turístico chinês.

A economia de Macau sofreu uma quebra sem precedentes tanto na exploração dos casinos como na entrada de visitantes desde final de janeiro, quando se verificou a primeira vaga de casos de covid-19 detetados no território.

Das centenas de milhões de euros de lucros do jogo, as operadoras de Macau estão agora a anunciar prejuízos nas operações que incluem os 'resorts' integrados, muito por causa das restrições fronteiriças impostas.

Macau registou em 2019 quase 40 milhões de visitantes. Só em maio o número de visitantes provenientes do interior da China, o maior mercado turístico do território, chegou a cair em maio 99,4%, em termos anuais.

Em apenas em três meses, Macau injetou cerca de 4,3 mil milhões de patacas (460 milhões de euros) nas PME, em juros bonificados, dinheiro que estava incluído nos 38,95 mil milhões de patacas (4,15 mil milhões de euros) que saíram da reserva especial como resposta de emergência à crise.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 727 mil mortos e infetou mais de 19,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório