Meteorologia

  • 09 AGOSTO 2020
Tempo
25º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

UGT defende monitorização dos "fundos que são entregues às empresas"

A União Geral de Trabalhadores manifestou preocupações sobre o emprego em Portugal ao Presidente da República.

UGT defende monitorização dos "fundos que são entregues às empresas"

A União Geral de Trabalhadores (UGT) manifestou, esta quarta-feira, preocupações sobre o mercado de trabalho em Portugal num encontro com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. À saída, Lucinda Dâmaso defendeu uma monitoização dos fundos concedidos às empresas para ver se estão a ser devidamente aplicados. 

"A aplicação dos fundos preocupa-nos e dissemos ao Presidente que tem de haver um constante alerta e uma monitorização no sentido de ver se esses fundos que são entregues às empresas estão a ser devidamente aplicados, se estão a ser para o seu investimento", disse a presidente da UGT, Lucinda Dâmaso, em declarações transmitidas pela TVI24.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, recebe os parceiros sociais em Belém por esta ordem: União Geral de Trabalhadores (UGT), Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses - Intersindical Nacional (CGTP-IN), Confederação do Turismo de Portugal (CTP), Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP), Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) e Confederação Empresarial de Portugal (CIP). Os encontros começam às 11h e a hora prevista para terminarem é às 17h

[Notícia em atualização]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório