Meteorologia

  • 25 OUTUBRO 2020
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

Costa Silva: "Recuperação será lenta, difícil e não podemos ter ilusões"

O Governo promove esta terça-feira a apresentação pública da 'Visão Estratégica para o Plano de Recuperação 2020/2030', documento da autoria do gestor António Costa Silva, que inclui já contributos do executivo e que enquadrará o Orçamento para 2021.

Costa Silva: "Recuperação será lenta, difícil e não podemos ter ilusões"

O plano desenhado por António Costa Silva foi apresentado, esta terça-feira, em Lisboa, e servirá de base ao plano de recuperação que o Governo vai depois apresentar. O gestor, que foi convidado pelo primeiro-ministro para a realização deste trabalho, deixa a próxima fase do processo para o Executivo de António Costa, mas reitera que a recuperação será lenta e avisa: "Não podemos ter ilusões".

"A fase seguinte é da exclusiva competência do Governo, que fará as suas escolhas. Governar, no fundo, é fazer escolhas, é definir prioridades, é alocar recursos, é por a máquina a trabalhar. Não é de todo parte deste trabalho que aqui é apresentado hoje", começou por dizer António Costa Silva. 

O gestor aproveitou ainda para agredecer ao primeiro-ministro, António Costa, pelo convite que lhe foi dirigido e aos restantes membros do Governo pela colaboração. 

Face a esta dimensão, a recuperação vai ser lenta, difícil e não podemos ter ilusões"Esta pandemia põe-nos a todos a pensar e deixou a descoberto a fragilidade imensa da nossa civilização. Como é que um pequeno vírus invisível coloca de pernas para o ar todo o sistema que construímos durante séculos", disse Costa Silva, sublinhando que apresar de o mundo estar a "acumular muita informação", "não a estamos a conseguir analisar" e transformar em conhecimento

Costa Silva destacou o impacto da pandemia em vários setores, com o colapso simultâneo da oferta e da procura. "Face a esta dimensão, a recuperação vai ser lenta, difícil e não podemos ter ilusões", reiterou o gestor português.

Antes de Costa Silva, o ministro de Estado e da Economia, Pedro Siza Vieira, também ele presente na cerimónia, começou por dizer que "a crise está aqui, é inédita" e vai implicar um "esforço de todos". O governante sublinhou as respostas que foram dadas pelo Governo português em resposta à crise e felicitou ainda a resposta europeia, que foi aprovada esta madrugada.  

Pedro Siza Vieira adiantou ainda que Portugal vai apresentar um programa de recuperação à Comissão Europeia em outubro

"Foi um exercício livre e não condicionado", disse Siza Vieira, agradecendo em nome do Governo a Costa Silva pela elaboração da visão estratégica para a recuperação económica, que "servirá de base ao plano de recuperação"

Consulte aqui as principais propostas do plano desenhado por Costa Silva.

Acompanhe aqui: 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório