Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2020
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

EDP já foi notificada de que é arguida no processo das rendas excessivas

A notícia está a ser avançada pela SIC Notícias. Em causa estão suspeitas de corrupção na contratação do pai do antigo secretário de Estado da Energia, Artur Trindade.

EDP já foi notificada de que é arguida no processo das rendas excessivas

A EDP - Energias de Portugal já foi notificada de que é arguida no processo das rendas excessivas, avança a SIC Notícias. Ao que indica o canal de televisão, em causa estão suspeitas de corrupção na contratação do pai do antigo secretário de Estado da Energia Artur Trindade. 

A notícia de que a EDP iria ser constituída arguida no processo tinha sido já adiantada pela RTP, esta manhã, mas fonte da elétrica disse que a empresa não tinha ainda sido notificada da decisão. O Ministério Público (MP) pede que o representante da EDP preste depoimento no Departamento Central de Investigação e Ação Penal até 24 de julho

Além disso, o MP pede também que o antigo secretário de Estado Artur Trindade seja ouvido na condição de arguido.

Quer isto dizer que sobem para sete os arguidos neste processo, onde se incluem António Mexia, João Manso Neto e o antigo ministro Manuel Pinho.

De recordar que Mexia e Manso Neto foram afastados das suas funções na elétrica, no âmbito do processo, uma decisão tomada na semana passada pelo juíz Carlos Alexandre. 

Este processo investiga suspeitas de corrupção ativa e participação económica em negócio, relacionado com os procedimentos sobre a introdução no setor elétrico nacional dos Custos para Manutenção do Equilíbrio Contratual (CMEC).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório