Meteorologia

  • 29 OUTUBRO 2020
Tempo
15º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

Bolsa de Lisboa cede 1,63% na quarta sessão consecutiva em queda

A bolsa de Lisboa encerrou hoje em queda pela quarta sessão consecutiva, tendo o índice PSI20 registado uma desvalorização de 1,63% para 4.523,08 pontos, em linha com as descidas na Europa.

Bolsa de Lisboa cede 1,63% na quarta sessão consecutiva em queda

Das 18 cotadas que integram o PSI20, 15 desceram, duas subiram e uma ficou inalterada. A Altri liderou as descidas e baixou 4,61% para 4,27 euros.

Nas maiores descidas do PSI20 terminaram ainda a Mota-Engil (4,31% para 1,29 euros), a Sonae SGPS (3,39% para 0,69 euros), a Navigator (3,35% para 2,31 euros), a Galp (3,24% para 11,48 euros) e a Semapa (3,24% para 8,97 euros).

Nas desvalorizações mais baixas, o BCP recuou 1% para 0,12 euros e com descidas inferiores ficaram a EDP Renováveis (12,06 euros) e a REN (2,48 euros).

Nas subidas, a Jerónimo Martins ganhou 0,72% para 15,35 euros e a EDP avançou 0,70% para 4,20 euros, após ter liderado as descidas nas duas últimas sessões.

As principais bolsas europeias também fecharam em baixa, com Londres a perder 2,11%, Madrid 1,82%, Frankfurt 1,57%, Paris 1,55% e Milão 1,49% e com os mercados a mostrarem algum desalento após a divulgação de dados macroeconómicos negativos.

A economia da zona euro recuou 3,1% no primeiro trimestre do ano em termos homólogos e 3,6% em cadeia, as maiores quebras desde 1995 e do terceiro trimestre de 2009, respetivamente, segundo uma estimativa divulgada hoje pelo Eurostat.

Na União Europeia (UE), o Produto Interno Bruto (PIB) diminuiu 2,6% na comparação homóloga e 3,2% na comparação com o quarto trimestre de 2019.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório