Meteorologia

  • 11 JULHO 2020
Tempo
28º
MIN 19º MÁX 36º

Edição

Moratórias de crédito prolongadas por mais seis meses até março de 2021

O Governo aprovou esta quinta-feira o prolongamento até 31 de março de 2021 da moratória que permite suspender o pagamento das prestações dos empréstimos bancários e o aumento das linhas de crédito às empresas para 13 mil milhões de euros.

Moratórias de crédito prolongadas por mais seis meses até março de 2021
Notícias ao Minuto

22:08 - 04/06/20 por Lusa

Economia Coronavírus

A medida foi anunciada pelo primeiro-ministro no final do Conselho de Ministros que aprovou o Programa de Estabilização Económica e Social (PEES) -- plano que vai vigorar até ao final do ano e que contempla as medidas de resposta à crise causada pela pandemia de covid-19.

"Fica garantida a extensão do atual regime de moratórias bancárias até 31 de março de 2021 com alargamento, para além do crédito hipotecário, também para o crédito com despesas de saúde", precisou António Costa.

Desde final de março que está em vigor uma lei que permite a suspensão dos pagamentos das prestações de créditos à habitação e créditos de empresas (capital e/ou juros) por seis meses, ou seja, até setembro.

Com a medida agora aprovada, esta suspensão dos pagamentos com prestações de créditos é prolongada por mais seis meses, sendo também alargado o seu âmbito a despesas de saúde.

O Conselho de Ministros aprovou também o aumento da linhas de crédito, com garantia de Estado para 13 mil milhões de euros, o valor máximo autorizado pela Comissão Europeia.

Desta forma, o Governo duplica o valor já disponibilizado em linhas de crédito com garantida do Estado e que ascende a 6,2 mil milhões de euros.

Esta era uma das medidas reclamadas pelas empresas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório