Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2020
Tempo
19º
MIN 14º MÁX 19º

Edição

Bolsas europeias de novo em alta, animadas com recuperação pós-pandemia

As principais bolsas europeias abriram hoje em alta, animadas com o otimismo face à recuperação económica depois da pandemia, mas cautelosas face às tensões entre Washington e Pequim.

Bolsas europeias de novo em alta, animadas com recuperação pós-pandemia

Cerca das 09h00 em Lisboa, o EuroStoxx 600 subia 0,91% para 352,95 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt avançavam 0,67%, 1,01% e 0,68%, respetivamente, bem como as de Madrid e Milão, que subiam 0,79% e 1,47%.

Depois de ter aberto em alta, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 09:00, o principal índice, o PSI20, avançava 0,97% para 4.346,49 pontos.

As bolsas europeias mantêm a tendência positiva, animadas com o plano de estímulo de Bruxelas para a recuperação económica, no valor de 750.000 milhões de euro.

Wall Street também terminou na quarta-feira em alta, com os indicadores a subirem para máximos desde março, depois de o presidente da Reserva Federal de Nova Iorque, John Williams, ter indicado que o pior da contração da economia dos Estados Unidos já pode ter passado.

Assim, os investidores conseguiram mitigar o receio que existe face às novas tensões entre Washington e Pequim, depois do departamento de Estado norte-americano ter determinado oficialmente que Hong Kong já não é autónoma face à China.

Uma decisão que pode ter implicações sobre as relações comerciais entre os dois países.

Apesar da tendência positiva de hoje, esta já não traduz tantos ganhos como nas sessões prévias, após o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter ameaçado "regular ou fechar" as redes sociais, e sancionar a China pela situação em Hong Kong.

Entretanto, o petróleo está a cair de novo devido a estas tensões e à possibilidade de a Rússia reduzir os cortes de produção a partir de julho.

Hoje, os investidores aguardam a divulgação da primeira revisão da evolução do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos no primeiro trimestre e o número de pedidos de subsídios de desemprego semanais ou o indicador de confiança de maio na zona euro.

Na quarta-feira, a bolsa de Nova Iorque terminou com o Dow Jones a subir 2,21% para 25.548,27 pontos, contra 29.551,42 pontos em 12 de fevereiro, atual máximo desde que foi criado em 1896.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a avançar 0,77% para 9.412,36 pontos, contra o atual máximo de 9.817,18 pontos em 19 de fevereiro.

A nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1009 dólares, contra 1,0975 dólares na quarta-feira.

O barril de petróleo Brent para entrega em julho abriu em baixa, a cotar-se a 34,13 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 34,74 dólares na quarta-feira.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório