Meteorologia

  • 31 MAIO 2020
Tempo
27º
MIN 19º MÁX 29º

Edição

Famílias gastaram mais luz por causa do confinamento. Consumo cresceu 29%

Os dados foram divulgados pela DGEG e refletem o efeito do confinamento, por causa da pandemia do novo coronavírus.

Famílias gastaram mais luz por causa do confinamento. Consumo cresceu 29%

O consumo de eletricidade por parte das famílias terá crescido 29% em abril, em consequência do confinamento, por causa da pandemia do novo coronavírus, de acordo com os dados divulgados pela Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG). 

"Em abril, o impacto da pandemia Covid-19 no consumo de energia elétrica, acentuou-se relativamente ao mês anterior. O consumo global de eletricidade em abril de 2020, relativamente ao mês homólogo do ano anterior desceu 12%. Comparando ainda os mesmos períodos, estima-se que o consumo no setor dos serviços terá sido o mais afetado (-43%), o consumo na indústria terá sofrido uma redução de 17% e o consumo nos transportes terá caido cerca de 32%. No setor doméstico, consequencia do confinamento, o consumo de eletricidade terá subido cerca de 29%", explica a DGEG.

Também o consumo de gás natural, por parte das famílias, aumentou acentuadamente em abril (36%), ainda em consequência da pandemia, mostram os dados da DGEG.  

"Em abril de 2020 o consumo de gás natural (excluindo o consumo nas centrais termoelétricas), teve uma redução de cerca de 15%, face ao mês homólogo de 2019. Estima-se que o consumo de gás natural no setor dos serviços tenha sofrido uma redução na ordem dos 43%, na indústria a redução foi cerca de 18% e nos transportes 29%. No setor doméstico, resultante do confinamento, o consumo terá aumentado cerca de 36%", pode ler-se. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório