Meteorologia

  • 01 MARçO 2021
Tempo
18º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

Azambuja. Governo pede reunião à CP para discutir condições de transporte

O Governo vai pedir uma reunião à CP -- Comboios de Portugal para discutir as condições de transporte dos passageiros que trabalham nas empresas de logística de Azambuja, devido aos casos da covid-19, foi hoje anunciado.

Azambuja. Governo pede reunião à CP para discutir condições de transporte
Notícias ao Minuto

14:32 - 11/05/20 por Lusa

Economia Covid-19

A informação foi adiantada aos jornalistas pelo secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, que coordena à resposta à covid-19 na região de Lisboa e Vale do Tejo, no final de uma reunião com a Câmara Municipal de Azambuja, no distrito de Lisboa, autoridades de saúde e representantes das empresas da plataforma logística para discutir os casos da covid-19 que surgiram na zona.

"Saímos desta reunião com a necessidade de marcar uma reunião com a CP no sentido de adotar um comportamento mais pedagógico relativamente aos trabalhadores dos transportes públicos, quanto à aglomeração que eles têm, nomeadamente à saída da estação e à verificação da utilização dos transportes públicos", apontou.

A preocupação com as condições dos transportes públicos, nomeadamente dos comboios, nos quais milhares de trabalhadores se deslocam para o concelho de Azambuja, já tinha sido manifestada pelo presidente da autarquia, Luís de Sousa (PS), e foi hoje também enunciada pelas empresas.

Há uma semana, numa resposta escrita enviada à Lusa, fonte da CP ressalvou que a empresa "tem em curso, desde o mês de março, uma ampla operação de higienização e desinfeção dos comboios, que já abrangeu, no último mês, mais de 14.100 intervenções na sua frota".

Segundo o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, a solução passa agora por "monitorizar a situação nos próximos dias e atuar na respetiva proporcionalidade".

"Neste momento o tempo é de monitorização. É de olhar atento para a situação de Azambuja. Não temos tido evolução, mas se tivermos iremos avaliar as medidas. As medidas devem ser proporcionais e ajustadas à dimensão da situação", sublinhou.

No dia 02 de maio a empresa de produtos alimentares Avipronto, situada na Plataforma Logística de Azambuja, fechou provisoriamente, depois de terem sido detetados 38 casos positivos de infeção pelo novo coronavírus entre os funcionários.

Depois de terem sido realizados os testes aos 300 funcionários da empresa, foram detetados 101 casos positivos.

Entretanto, a empresa retomou hoje a laboração com cerca de 30 trabalhadores, divididos em dois turnos.

Portugal regista hoje 1.144 mortes relacionadas com a covid-19, mais nove do que no domingo, e 27.679 infetados, mais 98, segundo o boletim da DGS.

Em comparação com os dados de domingo, em que se registavam 1.135 mortos, hoje constatou-se um aumento de óbitos de 0,8%.

Relativamente ao número de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus (27.679), os dados revelam que há mais 98 casos do que no domingo (27.581), representando uma subida de 0,4%.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório