Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2022
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 26º

Novo voo humanitário Luanda-Lisboa no dia 14 de maio

A TAP vai realizar um novo voo no dia 14 de maio para levar para Portugal cidadãos que estejam retidos em Angola devido ao fecho de fronteiras decretado para evitar a propagação da covid-19, disse hoje fonte da transportadora.

Novo voo humanitário Luanda-Lisboa no dia 14 de maio
Notícias ao Minuto

14:45 - 06/05/20 por Lusa

Economia Covid-19

Devido à pandemia, Angola declarou o estado de emergência em 27 de março, decisão já prorrogada por duas vezes, e mantém fechadas desde essa data as suas fronteiras aéreas, terrestres e marítimas.

O país tem apenas autorizado voos humanitários que vêm buscar cidadãos estrangeiros para regressarem aos seus países de origem.

O novo voo está a ser promovido pela agência de viagens angolana Ask4.

No dia 25 de abril, o ministro dos Transportes angolano, Ricardo de Abreu, disse que foram autorizados até agora 205 voos humanitários que permitiram o regresso a casa de perto de 2.000 cidadãos estrangeiros, não havendo previsão para a retoma da aviação comercial.

A terceira fase do estado de emergência termina em 10 de maio, mas pode ser prolongada por mais um período de 15 dias.

Angola regista 36 casos positivos da doença covid-19, dos quais dois resultaram em mortes.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 257 mil mortos e infetou quase 3,7 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa 4,5 mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), encerraram o comércio não essencial e reduziram drasticamente o tráfego aéreo, paralisando setores inteiros da economia mundial.

O número de mortes provocadas pela covid-19 em África subiu hoje para 1.959, com mais de 49 mil casos da doença registados em 53 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, a Guiné-Bissau lidera em número de infeções (475 casos e dois mortos), seguindo-se a Guiné Equatorial (439 e quatro mortos), São Tomé e Príncipe (187 casos e quatro mortos), Cabo Verde (186 e duas mortes), Moçambique (81), e Angola (36 infetados e dois mortos).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório