Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2024
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 14º

Covid-19: Estacionamento em 20 ruas de Espinho voltou hoje a ser pago

A concessionária do estacionamento pago em Espinho voltou hoje a cobrar pelo uso de 812 lugares em 20 ruas na zona central da cidade, revelou a autarquia local.

Covid-19: Estacionamento em 20 ruas de Espinho voltou hoje a ser pago
Notícias ao Minuto

15:42 - 04/05/20 por Lusa

Economia Estacionamento

A empresa responsável pela gestão do aparcamento nesse município do distrito de Aveiro é a ESSE - Estacionamento à Superfície e Subterrâneo em Espinho S.A., que retoma também a atividade das suas lojas, de acordo com medidas de segurança sanitária impostas pela covid-19.

"Com o fim do estado de emergência, terminou um conjunto de medidas de caráter excecional aplicadas por certas entidades", disse fonte da Câmara Municipal de Espinho, que em março anunciara a suspensão do estacionamento pago nas 20 artérias da cidade.

Assim, os técnicos ao serviço da ESSE voltam também a fiscalizar os bilhetes emitidos pelos 77 parcómetros instalados à superfície, emitindo as devidas coimas em caso de incumprimento do pagamento - ao preço de 75 cêntimos por hora, das 09:00 às 19:00 de segunda a sexta-feira e das 09:00 às 15:00 ao sábado.

A autarquia realçou que outra medida de apoio cancelada após o levantamento do estado de emergência é a relativa aos títulos para circulação nos comboios urbanos com partida na estação de Espinho e destino a outras localidades da Área Metropolitana do Porto (AMP).

Está, portanto, novamente em vigor "a obrigatoriedade de validação dos títulos de transporte" nos sistemas públicos da AMP, ao que acresce agora a obrigatoriedade de os respetivos passageiros usarem máscara de proteção respiratória.

Para a Câmara de Espinho, "a saúde pública continua a ser uma prioridade", pelo que recomenda à população "que limite as suas deslocações ao estritamente necessário e adotando as medidas de segurança aconselhadas".

O novo coronavírus responsável pela presente pandemia de covid-19 foi detetado na China em dezembro de 2019 e já infetou mais de 3,5 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais mais de 247.000 morreram. Ainda nesse universo de doentes, mais de um milhão foram já dados como recuperados.

Em Portugal, onde os primeiros casos confirmados se registaram a 02 de março, o último balanço da Direção-Geral da Saúde (DGS) indicava 1.063 óbitos entre 25.524 infeções confirmadas. Desses doentes, 813 estão internados em hospitais, 1.712 já recuperaram e os restantes convalescem em casa ou noutras instituições.

No caso específico de Espinho, a autarquia registava este domingo à noite nesse território de 21,4 quilómetros quadrados um total de cinco óbitos e 77 casos de doença por infeção com covid-19 entre cerca de 33.000 habitantes. Às 14h00 de hoje, a DGS atribuía ao mesmo concelho 76 contaminações.

A presente fase nacional de combate à covid-19 prevê o confinamento obrigatório para pessoas doentes e em vigilância ativa, o dever geral de recolhimento domiciliário e o uso obrigatório de máscaras em transportes públicos, serviços de atendimento ao público, escolas e estabelecimentos comerciais.

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório