Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 24º

Universitários de Coimbra criam diário fotográfico sobre a quarentena

Alunos e demais comunidade do Instituto Superior Miguel Torga (ISMT), em Coimbra, estão a criar um registo fotográfico diário dos seus dias em quarentena, que disponibilizam na rede social Instagram.

Universitários de Coimbra criam diário fotográfico sobre a quarentena
Notícias ao Minuto

09:34 - 27/04/20 por Lusa

País Covid-19

O projeto 'Distância Focal', que mostra que mesmo à distância os alunos pretendem manter o foco, revela os "pedacinhos do céu" de cada um, em mais de 400 fotografias, refere uma nota do núcleo organizador da iniciativa.

Iniciado em 28 de março, poucos dias depois do regresso forçado dos jovens a suas casas, por força do estado de emergência, o projeto tem obtido "bastante aceitação" por parte dos utilizadores do Instagram.

"Em menos de um mês, conseguimos ultrapassar os mil seguidores, cifra bastante boa para um projeto que só agora vai ser divulgado à comunicação social", revelou um dos estudantes que coordena o projeto, a par dos dois docentes que lecionam a unidade curricular, Miguel Almeida.

Ver esta publicação no Instagram

O olhar que conta o que a boca não consegue confessar, não é, avó? Lousã, 26.04.2020 Foto de Mafalda Mendes Coelho 1.º ano do curso de Jornalismo do Instituto Superior Miguel Torga (ISMT)

Uma publicação partilhada por Distância Focal (@distanciafocal2020) a 26 de Abr, 2020 às 10:34 PDT

O jovem, citado na mesma nota, acrescentou que alguns dias depois do seu início, já com a página 'online' do projeto, começaram a receber pedidos de colegas de outras disciplinas e também de funcionários e docentes do ISMT para publicarem fotos.

"Decidimos alargar o projeto a toda a comunidade torguiana, sem esquecer os ex-alunos, colegas já licenciados", informou o jovem estudante.

Para o aluno, o 'Distância Focal' é "um desafio muito grande".

"Conseguirmos fazer boas fotos em 'prisão domiciliária', confinados ao espaço reduzido das nossas casas. No início, não foi fácil, mas adaptámo-nos e estamos satisfeitos com os resultados", sublinhou Miguel Almeida. 

O estudante revelou ainda que têm recebido centenas de 'gostos' e mensagens de incentivo na página do projeto.

O álbum de fotografias tem o contributo de alunos de "Braga a Alverca, da Guarda a Anadia, de Figueira do Castelo Rodrigo a São Pedro do Sul, a Mortágua, sem contar, obviamente, com os de Coimbra".

"Esse facto é, desde logo, gerador de grande diversidade. Os jovens descobriram os seus jardins, as flores encantadoras a que não ligavam nenhuma, os quintais que eram, até agora, espaço exclusivo dos pais", apontou Ricardo Almeida, fotojornalista profissional, que assegura a docência da disciplina em parceria com outro colega.

Bruno Cordeiro, docente do ISMT, mas de outra área científica, que se assume como "penetra" do projeto, afirmou que os alunos "estão a fazer História, através das fotografias que vão tirando".

"São registos do quotidiano, temas que hoje podemos considerar banais, mas que daqui a alguns anos serão vistos com outros olhos", acrescentou.

O projeto 'Distância Focal' passou a integrar o leque de 'portefólios' do regime de avaliação continuada da disciplina de fotojornalismo, com os alunos comprometidos em alimentar o recurso até ao final da quarentena.

As fotografias podem ser consultadas em https://www.instagram.com/distanciafocal2020/.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório