Meteorologia

  • 06 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Negociações nos EUA para verbas de apoio a pequenas e médias empresas

A administração norte-americana encetou negociações com os responsáveis do Congresso para a concessão de liquidez suplementar às pequenas e médias empresas, permitindo-lhes que paguem aos seus empregados durante a crise do novo coronavírus.

Negociações nos EUA para verbas de apoio a pequenas e médias empresas
Notícias ao Minuto

22:08 - 07/04/20 por Lusa

Economia Covid-19

O secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, afirmou numa mensagem na rede social Twitter ter falado com responsáveis republicanos e democratas do Congresso para obter "250 mil milhões de dólares suplementares" (cerca de 229 mil milhões de euros) para o programa destinado a apoiar as empresas mais pequenas permitindo que obtenham o dinheiro necessário.

Estes 250 mil milhões juntam-se a outros 350 mil milhões de dólares que figuram no gigantesco programa de apoio à economia no valor de 2,2 biliões de dólares aprovado no Congresso e ratificado pelo Presidente norte-americano, Donald Trump, no fim de março.

O objetivo para restaurantes, cabeleireiros, pequenas lojas e outras empresas com menos de 500 trabalhadores é poder continuar a pagar aos funcionários apesar de uma atividade inexistente ou fortemente reduzida durante o período de confinamento imposto face à pandemia de covid-19.

Cada empresa pode usar 75% do empréstimo para continuar a pagar aos seus funcionários e os outros 25% para cobrir despesas gerais, como arrendamentos e serviços.

Se a empresa mantiver os funcionários e lhes pagar ou readmitir outros que foram afastados, o empréstimo pode ser perdoado.

"Espero fazer aprovar um financiamento suplementar (...) durante a próxima sessão do Senado prevista para quinta-feira", indicou Mnuchin.

O líder dos republicanos no Senado, Mitch McConnell, defendeu o reforço de verbas para permitir que o programa de apoio salvaguarde os empregos e a líder dos democratas na Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, apresentou condições para desbloquear os fundos, mas sem se opor categoricamente à sua aprovação, em declarações na CNN.

As medidas têm de ser aprovadas tanto na Câmara dos Representantes, com maioria democrata, como no Senado, dominado pelos republicanos, para depois ser promulgado por Trump.

Cerca de 10 milhões de pessoas já pediram subsídios de desemprego nos Estados Unidos nas últimas duas semanas de março e a taxa de desemprego subiu para 4,4%.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório