Meteorologia

  • 04 JULHO 2020
Tempo
22º
MIN 16º MÁX 34º

Edição

Ex-dirigentes políticos pedem ao G20 fundos e coordenação contra pandemia

Um grupo de 165 ex-dirigentes políticos e de instituições multilaterais, incluindo Jorge Sampaio e Durão Barroso, assinaram uma carta aberta pedindo ao G20 para aprovar financiamento coletivo e ações coordenadas urgentes contra a pandemia de covid-19.

Ex-dirigentes políticos pedem ao G20 fundos e coordenação contra pandemia
Notícias ao Minuto

19:22 - 07/04/20 por Lusa

Economia Covid-19

Na carta aberta aos governos do G20, os antigos dirigentes, entre os quais 92 ex-presidentes e antigos primeiros-ministros, reclamam a aprovação imediata de um fundo de emergência de 8.000 milhões de dólares (7.335 milhões de euros) para prevenir uma segunda vaga da pandemia.

Os fundos serviriam para impulsionar rapidamente os esforços com o objetivo de obter uma vacina contra o novo coronavírus, bem como para investigar tratamentos terapêuticos.

Pedem ainda que os pagamentos de juros da dívida dos países mais pobres sejam perdoados, considerando que uma coordenação global é essencial para impedir que a "recessão" se torne uma "depressão".

Sem um apoio urgente, é possível que se registem 1,2 milhões de mortes nos países mais pobres de África e Ásia, indica o texto, salientando que a "emergência económica não se resolverá até que a emergência sanitária esteja resolvida".

Os ex-dirigentes reclamam uma verba adicional de 35.000 milhões de dólares (32.155 milhões de euros) para apoiar os países com sistemas sanitários mais debilitados e uma população especialmente exposta aos riscos da pandemia.

Entre os signatários estão o ex-presidente da República Jorge Sampaio, os ex-primeiros-ministros britânicos Gordon Brown, Tony Blair e John Major, os ex-presidentes da Comissão Europeia José Manuel Durão Barroso e Romano Prodi, e o antigo secretário-geral da ONU Ban Ki-Moon.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia de covid-19, já infetou mais de 1,3 milhões de pessoas em todo o mundo e provocou mais de 75 mil mortes.

O G20 integra os Estados Unidos, Rússia, China, França, Alemanha, Reino Unido, Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Coreia do Sul, África do Sul, Turquia, Arábia Saudita e União Europeia.

A Arábia Saudita, que exerce atualmente a presidência do G20, convocou para sexta-feira uma reunião, por videoconferência, dos ministros da Energia para discutir e encontrar mecanismos de cooperação para assegurar estabilidade nos mercados energéticos e fortalecer a economia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório