Meteorologia

  • 30 MAIO 2020
Tempo
27º
MIN 20º MÁX 31º

Edição

Governo dos Açores dá apoio financeiro a empresas que reduziram atividade

O Governo dos Açores vai apoiar as empresas que reduziram ou suspenderam a atividade devido à pandemia de covid-19, através de um subsídio financeiro correspondente a 90% do salário mínimo por cada trabalhador, foi hoje anunciado.

Governo dos Açores dá apoio financeiro a empresas que reduziram atividade
Notícias ao Minuto

17:16 - 26/03/20 por Lusa

Economia Covid-19

"O Governo dos Açores irá disponibilizar diretamente um apoio financeiro, sob a forma de adiantamento reembolsável, às empresas dos setores de atividade que tiveram essa redução no mês de março, no montante correspondente a 90% do salário mínimo, por cada trabalhador", lê-se em nota de imprensa.

A medida pretende "garantir a liquidez" das empresas que tiveram de "suspender ou reduzir substancialmente as suas atividades durante o mês de março", como as empresas de comércio, mas "com a exceção do comércio alimentar, os setores do turismo, as atividades complementares do turismo, a hotelaria e restauração e outros setores dos serviços", assinala o comunicado.

O executivo socialista destaca que este apoio será "não reembolsável" (subsídio a fundo perdido) caso as empresas mantenham o "nível de emprego até final do ano".

Por outro lado, o apoio será devolvido após as empresas beneficiarem da linha de crédito criada pelo executivo regional destinada a apoiar as empresas açorianas.

A medida pretende assegurar a "manutenção do emprego", sendo um apoio adicional a outras medidas implementadas pelo Governo da República.

"É um primeiro passo, estando o Governo dos Açores permanentemente a acompanhar a evolução incerta desta conjuntura, na certeza de que tudo fará, no limite dos seus recursos e das suas competências, para minimizar os seus efeitos", lê-se no comunicado.

As candidaturas ao apoio financeiro estarão abertas a partir de 30 de março.

Complementarmente às medidas nacionais, o Governo dos Açores lançou na semana passada sete medidas para apoiar as empresas da região, entre as quais a criação de uma linha de apoio à manutenção do emprego, um apoio urgente à tesouraria e um complemento regional ao regime de suspensão temporária da atividade simplificado.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais 480 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 22.000.

Em Portugal, registaram-se 60 mortes, mais 17 do que na véspera (+39,5%), e 3.544 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, que identificou 549 novos casos em relação a quarta-feira (+18,3%).

Dos infetados, 191 estão internados, 61 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.

Segundo informou hoje a Autoridade de Saúde Regional, foram detetados nos Açores 24 casos positivos para infeção pelo novo coronavírus, sendo seis na ilha Terceira, três no Faial, sete em São Jorge, cinco em São Miguel e três no Pico.

Até ao momento, não foram registadas mortes de covid-19 nos Açores.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório