Meteorologia

  • 24 OUTUBRO 2020
Tempo
16º
MIN 11º MÁX 20º

Edição

"O país nunca esteve tão bem preparado para lidar com uma crise"

Ainda é cedo para fazer contas, mas Centeno admite que o cenário de recessão está em cima da mesa por causa da Covid-19.

"O país nunca esteve tão bem preparado para lidar com uma crise"

No dia em que foi divulgado que a economia portuguesa registou um excedente de 0,2% no ano passado, o ministro das Finanças, Mário Centeno, sublinhou que apesar do choque proveniente do impacto do novo coronavírus, a economia portuguesa nunca esteve tão bem preparada para lidar com uma crise. Porém, apesar de ainda ser cedo para fazer contas, Centeno admite estar a trabalhar "com um cenário de recessão"

"Temos contudo algumas certezas: tudo faremos para voltar à normalidade e o país nunca esteve tão bem preparado para lidar com uma crise", disse o ministro das Finanças, em conferência de imprensa. 

Sobre o impacto da Covid-19, que ainda é precoce estimar, Centeno deixa a garantia que este choque terá "consequências graves", ao mesmo tempo que garante que a crise será "temporária", uma vez que o problema não é estrutural.

O ministro das Finanças antecipa que haverá uma "queda acentuada da atividade económica no segundo trimestre do ano", que depois poderá prolongar-se durante o resto do ano. Centeno admite mesmo que está em cima da mesa um "cenário de recessão", à semelhança da "grande maioria" dos outros países. Tudo vai depender da duração da crise.

No final do ano passado, a "economia portuguesa era a que mais crescia [comparando] com as da Europa ocidental", disse Centeno - isto "demonstra a dinâmica que a economia portuguesa tinha e que foi agora abruptamente interrompida" pelo surto da Covid-19.

Acompanhe aqui:

Portugal registou excedente em 2019, pela 1.ª vez em democracia

Os dados provisórios divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), esta quarta-feira, revelam que Portugal registou um excedente de 0,2% do produto interno bruto (PIB) no ano passado. É a primeira vez que isto acontece em democracia. 

Este valor é melhor do que o Governo antecipava, uma vez que as contas do ministro das Finanças, Mário Centeno, apontavam para um défice de 0,1% do PIB.

[Notícia atualizada com mais informação às 16h14]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório